Publicado em 5/03/2018 as 3:00pm

Casal brasileiro que lutava pela guarda da filha é preso ao tentar fugir dos EUA

Daniel e Gabriela foram presos na Flórida, tentando alugar um barco para fugir do país com o filho mais velho, Kevin, e a bebê Amy.

Casal brasileiro que lutava pela guarda da filha é preso ao tentar fugir dos EUA Gabriela e Daniel vão aguardar o julgamento na prisão.

Após um mês lutando para recuperar a guarda da filha recém-nascida, um casal de brasileiros foi preso ao tentar fugir dos Estados Unidos levando a menina. O jornal Brazilian Times acompanhou todo o processo e a história de Daniel Campos, morador em Hartford (Connecticut) e Gabriela Paz, de Providence (Rhode Island).

Tudo começou logo após o nascimento de Amy, no dia 30 de janeiro, quando a maternidade alegou que a criança estava abaixo do peso e precisava ficar internada na UTI pré-natal. Sobre recomendações dos pediatras, ela deveria receber soro.

Mas os pais discordaram dos procedimentos, expuseram a maternidade em redes sociais e acabaram expulsos do hospital, em Rhode Island.

Ao tentar transferir a filha para outra instituição hospitalar, foram acusados de negar atendimento médico e perderam a guarda da pequena Amy.

Após uma audiência, um juiz determinou que a bebê ficasse sob os cuidados de uma prima de Daniel. Dias depois, um juizado de menor tentou retirar a guarda do filho mais velho do casal, Kevin, de 3 anos, sob justificativa de que os pais não têm condições psicológicas para cuidar dos filos.

Na segunda-feira, dia 26 de fevereiro, eles visitaram a menina sem acompanhamento de uma assistente social e saíram com a criança alegando que voltaria logo, mas não voltaram.

Eles viajaram de Rhode Island até Jacksonville, na Flórida, cerca de 17 horas. A polícia acionou o serviço de buscas a fugitivos da justiça e conseguiu localizar a placa do carro deles na estrada.

Na sexta-feira, dia 02, o casal foi preso na Flórida de onde tentaria fugir de barco para o Brasil. Daniel e Gabriela vão responder por sequestro de menores. Os filhos, Kevin (3 anos) e a bebezinha Amy, foram encaminhados ao juizado que irá decidir sobre o processo de adoção dos dois.

Os brasileiros serão transferidos para Rhode Island e aguardarão o julgamento na cadeia, sem direito a fiança. Amy completou um mês de vida.

Depois de lutar pela guarda da filha, os pais perderam tudo, inclusive a liberdade.

Fonte: Redação - Brazilian Times