Publicado em 16/03/2018 as 12:00pm

Promessa no MMA, brasileiro faz primeira luta dia 17

João da Silva, um brasileiro de 19 anos nascido em Governador Valadares (Minas Gerais), está...

Promessa no MMA, brasileiro faz primeira luta dia 17 João no ginásio com seu amigo, o rapper Big D

João da Silva, um brasileiro de 19 anos nascido em Governador Valadares (Minas Gerais), está buscando uma carreira no MMA (Mix Martial Arts). Ele Morava em Boa Viagem (recife) com seus tios, Sônia da Silva e Fernando Carneiro. O lutador destaca o grande amor que sente por eles, que é como um pai e uma mãe.

Ele se mudou para os Estados Unidos quando tinha apenas seis anos de idade, quando conheceu pela primeira vez a sua mãe, Maria Da Silva, e sua irmã, Barbara Da Silva.

A mãe dele deixou o Brasil quando João tinha poucos meses de vida para tentar uma vida melhor na América. O lutador se diz muito grato e entende todo o sacrifício que sua mãe passou para que ele e sua irmã tivessem oportunidade de uma vida melhor.

Os amigos dizem que João é uma pessoa muito humilde e aberto para fazer novas amizades e tem batalhado muito por uma oportunidade no mundo das lutas. Ele participou de muitas lutas de rua em Lynn (Massachusetts).

Para explicar o que o motivou a entrar para este mundo ele diz: “Quando tinha 12 anosa eu lutei na escola e perdi feio. Isso me levou ao boxe, quando tinha 13 anos. Então, com quase 15 anos, lutei com um oponente bem mais pesado que eu e ele me levou ao chão. Eu não tinha ideia do que fazer naquele momento. Então eu disse a mim mesmo que nunca mais me sentiria vulnerável em uma diferença física e isso me levou, na mesma semana, ao Jiu-Jitsu, esporte que me apaixonei de imediato”.

João participou de sua primeira competição de Jiu-Jitsu com apenas quatro meses de experiência e dominou sua categoria de peso. Ele passou a competir e ganhar vários torneios ao longo dos anos. Incluindo um que ele lutou e ganhou mesmo com um polegar quebrado. Quando perguntado como ele conseguiu o primeiro lugar tendo o dedo fraturado, ele afirma: "A dedicação e a paixão que eu tenho pela luta sempre superarão qualquer dor física".

Atualmente, João treina em tempo integral no Fenix Brazilian Jiu-Jitsu West Peabody, localizado no 649 Lowell Street, na cidade de Peabody (MA). Ele treina sob a orientação de Nassib Adas, brasileiro faixa preta em Jiu-Jitsu.

João com o mestre em Brazilian Jiu-jítsu, Nassib Adas.

Ele tem muito respeito pelo seu treinador e procura seguir os passos dele. "Quando eu costumava não ir para os treinos, o treinador Nassib costumava ia até minha casa e me levar com ele todos os dias. Sempre vou lembrar disso e ser eternamente grato. Ele me tirou das ruas e me fez focar no treinamento".

João mencionou como ele ama ajudar a ensinar as crianças e limpar a academia com o treinador. "O treinador Nassib é incrível com as crianças, elas o amam. É muito inspirador vê-lo trabalhar com elas porque eu quero um dia abrir uma academia e ensinar artes marciais também".

Ele também afirmou o quanto é importante para as crianças treinar Jiu-Jitsu porque não só aprendem autodefesa e têm disciplina, mas melhoram as habilidades de confiança e liderança.

Ele também treina no Irish Hitman Boxing, sob a orientação de David Gleeson. João disse: "Tenho muita sorte e agradeço por ter alguém como Davi na minha vida. Ele realmente acredita em mim e me ajudará subir de nível", disse.

João com o profissional em MMA, John Doomsday Howard.

O lutador terá a sua primeira luta amadora no MMA pela AMMO FIGHT LEAGUE, agendada para este sábado, dia 17. João lutará contra Jordan Butler e o evento acontecerá no 1305 Memorial Avenue, em West Springfield (MA). “Estou bastante animado e treinei muito para esta luta”, fala.

"Seja MMA, Jiu-Jitsu ou ambos, eu quero ser o melhor e eu serei. Eu só quero competir no mais alto nível e dominar. Todos os dias eu acordo cada vez mais determinado, não há mais nada que eu pense. Não importa o que aconteça, nunca vou desanimar. Estou muito agradecido por fazer o que amo todos os dias".

Fonte: Redação - Brazilian Times