Publicado em 26/03/2018 as 6:00pm

EVENTO REUNIU 100 MIL PESSOAS

Brasileiros participam de March For Our Lives em Boston.

EVENTO REUNIU 100 MIL PESSOAS Stephanie Martins, Sal DiDomenico e Michael Mclaughlin.

Aconteceu neste sábado, dia 24, em todo o país a March for Our Lives”, uma marcha organizada pelos sobreviventes do tiroteio na escola em Parkland, na Flórida, onde 17 pessoas foram assassinadas. “Eu sobrevivi. A minha filha não”, estava escrito num dos cartazes levantados entre a multidão de mais de meio milhão de pessoas que se concentrou à frente do edifício do Capitólio, em Washington.

A maioria dos participantes era formada por estudantes e em Boston (Massachusetts), quase cem mil pessoas se reuniram para demonstrar o seu apoio ai movimento. Entre as centenas de ativistas estava Heloísa Maria Galvão, do Grupo Mulher Brasileira, e Stephanie Martins.

Heloísa Galvão entre os quase cem mil manifestantes.

Os organizadores disseram que conseguiram a quantia de US$ 90 mil para ajudar a pagar as despesas da marcha em Boston. Os participantes saíram da Madison Park High School, às 11:00 a.m. e seguiu até o Boston Common, passando pela Malcolm X Boulevard, Tremont Street, Melnea Cass Boulevard, Columbus Avenue, Park Plaza, e Charles Street South.

A vereadora de Framingham (MA), Margareth Shepard, também creditou o seu apoio aos estudantes que “se manifestaram em todo os Estados Unidos contra a violência e a favor do controle de armas”. Durante a tarde de domingo, ela conclamou a todos para também mostrar o seu apoio colocando mensagens nas redes sociais e também enviando e-mail, ou ligando para os legisladores distritais pedindo aprovação de leis de controle de compra e venda de armas a nível local, estadual e federal.

Fonte: Redação - Brazilian Times