Publicado em 13/06/2018 as 8:30am

“Herói do trabalhador imigrante” em restaurantes comete suicídio

Anthony Bourdain tinha um grande coração e ele reservou um lugar especial para defender o...

“Herói do trabalhador imigrante” em restaurantes comete suicídio Anthony Bourdain era forte defensor dos imigrantes nos EUA.

Anthony Bourdain tinha um grande coração e ele reservou um lugar especial para defender o trabalho invisível composto de centenas de milhares de imigrantes que sustentam a indústria de restaurantes nos Estados Unidos.

Em Bourdain, que morreu em um aparente suicídio na França na sexta-feira, dia 08. A morte do famoso chef e escritor, que tinha 61 anos de idade, é uma perda chocante para um grupo de imigrantes que não tinha voz no país.

Bourdain começou sua famosa carreira como lavador de pratos em Provincetown (Rhode Island). Talvez tenha sido seu começo humilde no negócio que o fez se conectar com as muitas lutas enfrentadas pelos imigrantes. “Eu entrei em restaurantes e a pessoa que sempre estavam lá há mais tempo, que me mostravam como era o serviço eram sempre mexicanos ou centro-americanos”, disse ele.

Bourdain costumava chamar os imigrantes de "a espinha dorsal da indústria".

Por mais de uma década, o falecido apresentador da TV falou em voz alta sobre as imensuráveis contribuições dos imigrantes e a necessidade de uma reforma na imigração. Bourdain estava entre os mais ferozes críticos de Trump quando lançou sua campanha presidencial criminalizando imigrantes mexicanos. "Se o Sr. Trump deportar 11 milhões de pessoas todos os restaurantes da América serão fechados", disse Bourdain em 2015.

De fato, cerca de um quinto dos chefes de cozinha e cozinheiros do país não tem documentos, de acordo com o Pew Hispanic Center. Em Boston (Massachusetts), os imigrantes - legais e indocumentados - constituem metade da força de trabalho em restaurantes e bares. Não é segredo que a mão-de-obra imigrante da Guatemala, El Salvador, Honduras, Colômbia, República Dominicana e Brasil impulsiona o setor alimentício da região.

A vereadora de Framingham (MA), Margareth Shepard, lamentou a morte de Bordain e reafirmou que a comunidade imigrante perdeu um grande defensor de sua causa. “Anthony Bourdain era um grande defensor dos Imigrantes. Fique em paz Anthony”, escreveu ela em sua página no Facebook.

Fonte: Redação - Brazilian Times