Chegou o Classificado do Brazilian Times. Divulgue ou busque produtos e serviços agora mesmo!

Acessar os Classificados

Publicado em 19/04/2019 as 11:00am

Presidenciável, senadora de Massachusetts assina carta para limitar verba para o ICE

Os democratas do Senado estão pedindo aos principais membros do Comitê de Verbas para...

Presidenciável, senadora de Massachusetts assina carta para limitar verba para o ICE A senadora Elizabeth Warren quer limitar ações do ICE

Os democratas do Senado estão pedindo aos principais membros do Comitê de Verbas para restringir o financiamento para o Departamento de Segurança Interna, e rejeitar o fornecimento de dinheiro para a construção de um muro fronteiriço entre os Estados Unidos e o México financiar agentes adicionais para o Departamento de Imigração e Alfândega (ICE, sigla em inglês).

Em uma carta para os Senadores Richard Shelby (R-Alabama) e Patrick Leahy (D-Vermont.), os principais membros do painel, e os senadores Shelley Moore Capito (R-West Virginia.) e Jon Tester (D-Montana), principais membros de subcomitê de Segurança Interna, os democratas desenharam linhas vermelhas brilhantes que poderiam estabelecer uma nova luta de financiamento do governo.

"Não podemos apoiar a liberação de fundos que expandissem as políticas de imigração desnecessariamente cruéis desse governo, seus desumanos sistemas de detenção de imigrantes ou seus esforços para construir os projetos de vaidade do presidente", escreveram os democratas na carta, encabeçada pelo senador Kamala Harris (D-Califórnia), um candidato presidencial.

Além de Harris, outros 18 senadores democratas assinaram a carta, incluindo seus concorrentes à Casa Branca em 2020, Senadores Bernie Sanders, Amy Klobuchar (D-Minnesota), Kirsten Gillibrand (D-New York), Elizabeth Warren (D-Massachusetts) e Cory Booker (D-New Jersey).

Os senadores democratas querem que o Comitê de Verbas do Senado, que começará a redigir suas próprias verbas de financiamento ainda este ano, rejeite o pedido da administração Trump para agentes adicionais do ICE e inclua uma linguagem que limite o dinheiro que o Departamento de Segurança Interna poderia usar para deter e remover imigrantes dos Estados Unidos.

“Sob os atuais níveis de financiamento, o governo ampliou sobre a fiscalização da imigração dentro das comunidades, indiscriminadamente, deixando de distinguir os trabalhadores com laços comunitários profundos e sem antecedentes criminais de indivíduos condenados por um crime grave", argumentam os senadores em sua carta.

Eles também querem que as contas de financiamento do Senado reduzam a quantidade de dinheiro disponível para leitos no sistema federal de detenção de imigrantes. “As instalações de detenção do ICE e dos prestadores muitas vezes não cumprem o conjunto de padrões de cuidados baseados no desempenho para os detidos. Nós não podemos, em sã consciência, apoiar o aumento de fundos para detenções que efetivamente mantenham tais propósitos cruéis e desumanos", escreveram os senadores.

O dinheiro para o ICE e a luta pelo número de leitos de detenção provavelmente será um ponto chave de disputa nas conversações sobre financiamento do governo no final deste ano.

Fonte: Redação Braziliantimes

Top News