Chegou o Classificado do Brazilian Times. Divulgue ou busque produtos e serviços agora mesmo!

Acessar os Classificados

Publicado em 10/07/2019 as 9:30am

Brasileiro acusado de assassinar ex-namorada tem pedido de fiança negado

Em audiência realizada nesta terça, dia 09, Antônio Lucas alegou inocência da acusação de matar a ex-namorada, Cleucinele da Silva.

Brasileiro acusado de assassinar ex-namorada tem pedido de fiança negado Lucas e Cleo eram amigos desde a infância.

O brasileiro Antônio Lucas, que mora Worcester (Massachusetts) e é acusado de matar a ex-namorada, Cleucinele A. da Silva, teve uma audiência nesta terça-feira, dia 09. O juiz determinou que ele aguarde o julgamento preso, sem direito a fiança. Durante a audiência ele se declarou inocente da acusação de homicídio.

Com a assistência de um intérprete de língua portuguesa, Antônio, de 40 anos, entrou com um pedido de inocência no Tribunal Superior de Worcester. O crime ocorreu em 31 de maio e a vítima, também brasileira, foi morta a facadas.

O promotor assistente Michael D. McHugh disse à juíza Janet Kenton-Walker que ele e o advogado do brasileiro, Blake J. Rubin, estavam de acordo que o suspeito ficasse preso sem direito a fiança. O magistrado atendeu a solicitação e deu continuidade ao caso de Lucas que terá uma próxima audiência no dia 28 de agosto.

De acordo com o relatório policial apresentado pela acusação, a polícia afirmou que Lucas foi preso quando tentava sair de sua casa. O suspeito foi acusado de assassinato depois que os oficiais seguiram um rastro de sangue e encontrar o corpo da brasileira, no basement.

Lucas teria dito aos detetives que ficou irritado com a ex-namorada e por isso a apunhalou com uma faca de cozinha. Duas testemunhas também identificaram o brasileiro como o assassino de Cleu, como a vítima era conhecida.

O suspeito foi inicialmente acusado em uma audiência no Tribunal do Distrito Central, onde foi condenado a responder ao processo sem direito a fiança. Ele foi indiciado em 14 de junho e seu caso foi transferindo para a Corte Superior de Worcester, onde foi indiciado nesta terça-feira.

Fonte: Redação Braziliantimes

Top News