Chegou o Classificado do Brazilian Times. Divulgue ou busque produtos e serviços agora mesmo!

Acessar os Classificados

Publicado em 7/07/2023 as 5:00pm

Jovem que matou a mãe brasileira a tiros é condenado a 10 anos de prisão

No dia 28 de junho, um homem de Pensacola (Flórida) que atirou e matou a própria mãe foi...

No dia 28 de junho, um homem de Pensacola (Flórida) que atirou e matou a própria mãe foi condenado a pouco mais de uma década de prisão. De acordo com os documentos judiciais, David Allan Ohlson, 19, havia sido originalmente acusado do assassinato em segundo grau de Adrianna Ohlson, depois de atirar nela com uma espingarda em 8 de abril de 2022, na frente de seu pai.

Apesar da advogada de Ohlson, Sharon Wilson, ter dito que seu cliente tem uma doença mental grave e precisava de cuidados médicos fora da prisão, o juiz John Simon sentenciou o rapaz a 124,5 meses no Departamento de Correções da Flórida.

Após sua sentença, Ohlson cumprirá dois anos de controle comunitário, que permite que um infrator viva em casa e possa ir a apenas uma lista de locais pré-combinados que geralmente incluem trabalho, escola, tratamento e serviço público. Ele também cumpriria 15 anos de liberdade condicional, de acordo com o promotor estadual assistente Trey Myers.

Embora Sharon Wilson pretendesse confiar na defesa de insanidade de seu cliente, Ohlson acabou assinando um acordo de confissão no dia 17 de maio de 2023, afirmando que não contestaria uma acusação de homicídio culposo com arma de fogo, em vez de enfrentar a acusação de assassinato.

O psicólogo de Pensacola, Dr. Stephen Zieman, testemunhou que Ohlson cumpria o padrão legal de ser declarado inocente por insanidade, apesar de dizer que o rapaz teve "o caso mais grave de transtorno obsessivo-compulsivo que ele já conheceu".

Mas ao ser questionado se tinha uma opinião sobre “se este incidente teria ocorrido se David não estivesse mentalmente doente”, Zieman respondeu: "Acho que a doença mental contribuiu diretamente para suas ações.

De acordo com Zieman, Ohlson lutou contra um transtorno obsessivo-compulsivo grave que também causou transtorno de déficit de atenção, hiperatividade e um transtorno de ansiedade desde o nascimento. Essa mistura de doenças levou Ohlson a lutar para ter uma vida normal, causando até mesmo o que Zieman chamou de "pensamentos intrusivos".

Wilson argumentou com Simon que Ohlson nunca foi capaz de levar uma "vida normal" em nenhum momento, muito menos uma "bem-sucedida".

"Só porque ele não sofre da definição legal de insanidade não significa que ele esteja bem, não significa que ele seja normal", disse Wilson a Simon.

Como Zieman disse que sua avaliação não mostra que Ohlson atende aos critérios legais de insanidade, Myers disse ao juiz que as condições mentais de Ohlson não eram uma desculpa para ele ter matado sua mãe.

"Este é um caso trágico. Foi uma morte desnecessária", disse ele ao tribunal. "Não era justificável e certamente não é desculpável. O Estado reconhece suas condições mentais e, como tal, fizemos uma oferta de delação premiada. Embora este seja um acontecimento trágico e o arguido possa ser uma pessoa solidária, as suas deficiências mentais não são desculpa para este crime. Como tal, ele merece ser punido com uma pena não menos do que 20 anos de prisão", acrescentou.

Durante a audiência, Ohlson teve a chance de falar. Olhando para Simon, ele se desculpou pelo incidente e disse que concorda que precisa de ajuda mental. "Meritíssimo, gostaria de dizer o que aconteceu naquela noite. Sinto muito pelo que aconteceu. É minha culpa tudo o que aconteceu", disse ele ao juiz. "Estou muito disposto a receber ajuda mental. Sei que preciso. Sempre soube que precisava e realmente sinto que preciso de ajuda para meus problemas mentais", continuou.

Por que David Ohlson atirou em sua mãe?

De acordo com o testemunho de Ohlson, o anúncio do divórcio de seus pais, três semanas antes, teve uma grande influência no crime. A advogada disse que o estresse e a confusão do divórcio dos pais misturados à doença mental levaram o rapaz a perder o controle.

O pai de Ohlson, David Aaron Ohlson, sentou-se no estande e disse que "sua dor passou para meu filho". Ele também teve tempo para explicar ao tribunal como era a vida e como ele e sua esposa fizeram o melhor que puderam para ajudar o jovem Ohlson quando criança.

O pai então se voltou para Simon e falou em nome de seu filho. "Ele é meu único filho. Nenhum de nós realmente teve uma vida", disse enquanto tentava falar em meio às lágrimas e com a voz trêmula. "Adrianna se esforçou muito ára cuidar dele. Ele é um ótimo garoto e não estou dizendo isso apenas porque ele é meu filho. Eu amo minha família. Nunca tive uma. Foi a primeira vez que tive uma família", continuou ele. "Eu amo meu filho e tenho orgulho dele. Sempre quis que ele se amasse e se orgulhasse de si mesmo", acrescentou.



Apoiem os Pequenos negócios. Mantenha a economia girando!

Acesse a rádio Brazilian Times: https://radiobraziliantimes.com/

BRACK LAW- O seu advogado brasileiro nos EUA. Aplicação para visto de estudante. Ajustamento de status para Green Card. Apelação, cancelamento e suspensão de exclusão e deportação. Asilos e cidadanias. Casos criminais. Divórcios. E muito mais. Estamos localizados no 648 Central Street, Lowell (MA). Tel: 978-453-7225

DENTPLANT- Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje. Cuide de sua saúde bucal! Consulta + exame clínico + raio X $70. Limpeza comum: $120. Estamos localizados em Framingham (508) 872-2624  e Somerville (617) 591-9888.

ESL Academy- Matriculando estudantes domésticos e internacionais. Transfira-se de outras instituições educacionais para a ESL Academy. Mude seu status imigratório para F1. Faça sua aplicação fora do país. Reestabeleça seu status F1. Programas de 1 ano para o inglês como segunda língua. Níveis iniciante, intermediário, avançado e acadêmico. Ligue: (781) 313-8190. Cerca de $4mil por 1 ano, incluindo livros.

Receba conteúdo ilimitado do jornal Brazilian Times no seu e-mail através do link http://braziliantimes.org e será inserido na lista de newsletter. Participe de promoções, brindes e muito mais.

Top News