Publicado em 13/08/2009 as 12:00am

Bolsas dos EUA sobem, animadas pelo lucro da varejista Wal-Mart

nvestidores ignoraram indicadores econômicos negativos do dia. Índice de grandes empresas dos EUA teve alta de 0,69% nesta quinta.


As bolsas de valores norte-americanas subiram nesta quinta-feira (13), com o resultado melhor que o esperado do Wal-Mart ajudando a ofuscar números decepcionantes sobre o mercado de trabalho e o varejo do país.

O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, avançou 0,39%, para 9.398 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq subiu 0,53%, para 2.009 pontos. O Standard & Poor's 500, que reúne grandes empresas dos EUA, ganhou 0,69%, a 1.012 pontos.

As ações do Wal-Mart, maior varejista do mundo, avançaram 2,7%, depois da divulgação do resultado do segundo trimestre e da perspectiva para o ano completo.

"O que realmente nos ajudou nesta manhã foi o resultado do Wal-Mart", disse Warren Simpson, diretor-gerente da Stephens Capital Management em Little Rock, Arkansas. "Isso ajudou o mercado, pelo menos dando alguma resistência. Consequentemente, tivemos um pouco de rali."

Dados da economia

Mas o restante do setor varejista esteve desanimado, após o Departamento de Comércio informar que as vendas caíram 0,1% em julho, contradizendo as expectativas do mercado.

Analistas estimavam um impulso nas vendas do varejo por conta de um programa do governo para incentivar a troca de carros que consomem muito combustível por veículos mais eficientes. O índice financeiro do S&P cresceu 0,3%.

Também do lado negativo, o governo informou que o número de trabalhadores que deram entrada em novos pedidos de auxílio-desemprego subiu para 558 mil na última semana. Economistas esperavam queda.

Fonte: (G1)