Publicado em 9/11/2009 as 12:00am

Bolsas do mundo operam em forte alta nesta segunda-feira

Manutenção de estímulos econômicos pelo G20 anima os investidores. Dados positivos sobre a economia chinesa colaboraram para o resultado.

Os mercados financeiros mundiais vivem um dia de fortes altas nesta segunda-feira (9) com a expectativa de manutenção dos estímulos à economia e também por conta de dados otimistas sobre a economia da China. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) subia mais de 2% perto do fechamento do pregão.

O índice Dow Jones, referência para o mercado norte-americano, apresentava alta de cerca de 1,5% por volta das 16h, operando aos 10.180 pontos, patamar parecido com o apresentado há um ano pelo indicador. O indicador Nasdaq, referência para as ações de tecnologia, também tinha ganhos de mais de 1%.

As bolsas europeias também fecharam com forte valorização no dia. O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 teve alta de 1,89% no final da sessão, a 1.011 pontos, maior patamar de fechamento desde o dia 23 de outubro. Entre os principais mercados, o índice DAX, de Frankfurt, teve a maior alta, de 2,4%.

G20 e China

A promessa de ministros de finanças e representantes de bancos centrais das principais nações desenvolvidas e emergentes (grupo conhecido como G20) de que os estímulos à economia serão mantidos até que a retomada esteja consolidada repercutia bem entre investidores.

No fim das discussões na cidade escocesa de St. Andrews, durante o fim de semana, os integrantes do G20 avaliaram que, apesar da economia ter melhorado, a recuperação ainda está frágil e dependente de apoio público.

Outra notícia que corroborava o tom benigno veio da importante China. A agência de classificação de risco Moody's elevou a perspectiva para o país de "estável" para "positiva", citando performance "resiliente, robusta e relativamente estável" da economia e o risco "desprezível" de um colapso do balanço de pagamentos.


Fonte: (G1)