Publicado em 24/08/2011 as 12:00am

Pedágio de R$ 2,50 no trecho sul do Rodoanel começa a ser cobrado hoje

Ainda que há nove anos o atual governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) tenha anunciado a inexistência de praças de pedágios no Rodoanel, a cobrança no trecho sul da via começa a partir da meia-noite desta quarta-feira (24). Enquanto o valor da tari

Ainda que há nove anos o atual governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) tenha anunciado a inexistência de praças de pedágios no Rodoanel, a cobrança no trecho sul da via começa a partir da meia-noite desta quarta-feira (24). Enquanto o valor da tarifa será de R$ 2,50 para carros de passeio, os veículos comerciais pagarão esse valor por eixo. A taxa para motocicletas será de R$ 1,25.

Na campanha eleitoral de 2002, Alckmin - então candidato tucano ao governo paulista - garantiu que o acesso ao Rodoanel seria gratuito. "As obras dos trechos não contarão com centavo algum de concessionárias. Tudo está sendo feito com dinheiro público. Portanto, não há razão para a existência de pedágio", explicou em uma entrevista exclusiva ao UOL. Mas, em 2010, novamente como candidato, ele mudou sua posição. "Pretendo fazer a concessão da asa sul e leste, sem nenhum centavo de dinheiro público. E para baixar tarifa não vamos exigir ônus."

O trecho sul do Rodoanel, inaugurado em 2010, liga a rodovia Régis Bittencourt às cidades do ABC paulista. Com 57 km de extensão, a estrada inicia no trevo da rodovia Régis Bittencourt (no entroncamento com o trecho oeste) e faz ligação com as rodovias Anchieta e Imigrantes, além do prolongamento da avenida Papa João 23, em Mauá. Até março de 2012 serão instalados telefones de emergência ao longo do trecho sul (um a cada quilômetro).

Embora existam seis praças de pedágio no percurso, os motoristas pagarão a tarifa em apenas uma delas. O pagamento deverá ser efetuado na saída do trecho. Estima-se que em média 70 mil veículos percorrem o trecho por dia.

A cobrança, segundo a Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), viabilizará a construção do trecho leste do Rodoanel, que será de responsabilidade da concessionária SPMar. Os investimentos para as obras estão orçados em R$ 2,8 bilhões.

Novos trechos

O trecho leste do Rodoanel ligará o trecho sul às rodovias SP-066, Ayrton Senna e Presidente Dutra. Com 43,8 km, o trajeto passará pelas cidades de Arujá, Itaquaquecetuba, Mauá, Poá, Ribeirão Pires e Suzano. As obras, iniciadas no dia 17 de agosto, estão previstas para ser concluídas em março de 2014.

Já o trecho norte, que ligará o trecho sul ao trecho leste, ainda está em processo de obtenção de licenças. 

Fonte: UOL.COM.BR