Publicado em 17/10/2011 as 12:00am

Passagem de avião comprada com antecedência custa até 55% menos

A passagem aérea comprada com antecedência pode resultar numa economia de até 55% para o consumidor. Essa é uma das conclusões de um estudo divulgado pelo Nectar (Núcleo de Economia dos Transportes) do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica).

A passagem aérea comprada com antecedência pode resultar numa economia de até 55% para o consumidor. Essa é uma das conclusões de um estudo divulgado pelo Nectar (Núcleo de Economia dos Transportes) do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica).

O estudo foi feito por meio da coleta, pela internet, de mais de 2 milhões de tarifas num período de 24 meses (entre 2008 e 2010). Foram considerados apenas voos domésticos com saída dos aeroportos de Congonhas, na zona sul de São Paulo, e Cumbica, em Guarulhos (Grande São Paulo).

Segundo a pesquisa, o desconto pode chegar a até 55% para quem compra passagem com 60 dias de antecedência partindo do Aeroporto de Cumbica. Considerando Cumbica e Congonhas, a compra antecipada pode gerar economia de 38%.

Além disso, o estudo conclui que voar de Congonhas é, em média, 18% mais caro que voar de Guarulhos.

Viajar no feriado é mais caro

O estudo evidencia algo que muitos consumidores já sentiram no bolso: viajar no feriado é mais caro. Quem viaja na véspera paga 12% mais caro; já quem viaja no próprio feriado paga 3,8% mais.

Tiradentes (abril), Corpus Christi (junho), Revolução Constitucionalista (julho, coincidindo com período de férias), Natal e Ano Novo (dezembro) são as datas em que as passagens ficam mais caras.

Segundo o estudo, ao contrário de companhias aéreas internacionais, as brasileiras cobram mais barato em voos sem escalas. Voos com escalas e conexões são 30% mais caros.

O estudo do Nectar mostra, ainda, que a tarifa média dos voos que partem dos dois aeroportos teve uma redução de 26% no período pesquisado: caiu de R$ 517, em 2008, para R$ 281 em 2010.

Fonte: UOL.COM.BR