Publicado em 2/08/2012 as 12:00am

Banco Central Europeu mantém taxas de juros em 0,75%

O Conselho do Banco Central Europeu (BCE) manteve nesta quinta-feira (2) as taxas de juros de referência na zona do euro no mínimo histórico de 0,75%, como previam os mercados.

O Conselho do Banco Central Europeu (BCE) manteve nesta quinta-feira (2) as taxas de juros de referência na zona do euro no mínimo histórico de 0,75%, como previam os mercados.

A instituição europeia informou em Frankfurt que também não alterou a taxa marginal de crédito, pela qual empresta dinheiro aos bancos durante um dia, em 1,5%, e a taxa de depósito, que remunera depósitos overnight em bancos centrais nacionais, em 0%.

"A Alemanha não precisa de um corte das taxas de juros, pelo menos por enquanto, e uma redução da taxa de juros não salvará a Espanha", consideram os especialistas do Royal Bank of Scotland.

O BCE baixou o preço do dinheiro no começo do mês passado de julho mas é cético sobre o impacto da medida sobre a economia real.

Por isso o presidente do BCE, Mario Draghi, disse na semana passada em Londres que a entidade monetária fará tudo o que for necessário para preservar o euro.

Draghi, disse que o "euro é irreversível", e pediu aos políticos dos países da zona da moeda única que apliquem "com determinação" as reformas estruturais.

O BCE comprou até agora dívida soberana de países com dificuldades de financiamento no valor de 211,5 bilhões de euros.

A entidade monetária europeia introduziu este programa de compra de bônus em maio de 2010 para ajudar a Grécia e o reativou em agosto do ano passado para ajudar Espanha e Itália, que estavam sendo fortemente penalizadas no mercado.

Fonte: uol.com.br