Publicado em 7/04/2013 as 12:00am

Juizados especiais agilizam ações sobre direito do consumidor

Usuários dizem que são boa forma de resolver problemas com as empresas. Bancos e operadoras de telefonia são acionados em 18,6% dos processos.

Palco principalmente de consumidores em busca de direitos diante das empresas, os juizados especiais levam de três meses a dois anos para resolver pequenas causas, segundo juízes. Com algum atraso no horário marcado para atendimento, cada uma das cerca de quatro idas para completar o processo toma algumas horas do reclamante. A avaliação dos usuários ouvidos pelo G1, no entanto, é de que os juizados especiais são uma boa forma de resolver os problemas com as empresas. Uma espécie de justiça mais simples, os juizados recebem processos sobre questões de até 40 salários mínimos e de diversos tipos: direito do consumidor, direito de vizinhança, acidentes de trânsito, reparações de danos materiais e morais em geral, ações de despejo e possessórias sobre imóveis, cobrança de honorários e execuções de títulos de crédito. Nem todos recebem questões de cobrança de débitos condominiai

Fonte: http://g1.globo.com/economia/seu-dinheiro/noticia/2013/04/juizados-especiais-agilizam-acoes-sobre-di