Publicado em 13/04/2013 as 12:00am

Aparelho de telefone foi o produto mais reclamado em 2012, diz Procon

Telefones geraram 18% das reclamações, com destaque para celulares. Má qualidade dos produtos foi motivo de 42% das queixas ao órgão.

Os aparelhos de telefone -- principalmente os celulares -- foram os produtos que mais geraram reclamações no Procon-SP em 2012, segundo balanço divulgado pela fundação nesta sexta (12). Esses produtos somaram 18% das reclamações, um total de 7.204 queixas no ano passado.

Segundo avaliação da entidade, os aparelhos de telefone, especialmente os celulares, "apresentam padrão de qualidade insatisfatório, com a apresentação de vícios de funcionamento e durabilidade abaixo das expectativas dos consumidores". O problema é agravado pelo suporte inadequado no pós-venda, com os fabricantes alegando que o defeito ocorreu por mau uso, "colocando, assim, a culpa pela falta de qualidade do aparelho no consumidor".

O principal problema enfrentado pelos consumidores que levaram as reclamações ao Procon-SP foi a qualidade dos produtos, motivo de 42% das reclamações, ou 17.064.


Fonte: www.globo.com