Publicado em 21/04/2013 as 12:00am

Região dos Gerais, entre TO e MA, tem clima e solo bons para cultivo

Dias de verão são mais curtos e isso induz a floração precoce da soja. Além disso, os produtores não enfrentam o problema da seca.


A palavra Mapitoba foi criada para localizar a região produtora de grãos dos Estados do Maranhão, Piauí, Tocantins e Bahia. Dentro da Mapitoba existem várias manchas de cerrado com terras boas para mecanização.

Um dos melhores climas para produção de soja e milho é o da região dos Gerais, um cerrado plano com altitude média de 500 metros. Começa no município de Campos Lindos, TO, e vai até Balsas, MA.

O lugar fica na zona de influência do Equador, onde os dias de verão são mais curtos do que nas regiões produtoras no sul do país. Isso induz a floração precoce da soja, abrindo mais espaço para a segunda safra de verão. Além disso, os produtores não enfrentam o problema da seca.

“Temos um regime médio de 2.000 mm de chuva e não tem havido frustração de safra nos últimos anos. Consegue-se plantar soja no final de outubro, sojas precoces adaptadas para cá, que produzem 60 sacas de soja em média, e ainda possibilita o planto de um milho safrinha de 120 sacas por hectare”, conta o agrônomo Márcio Montechese.

Só os Gerais do Maranhão tem cerca de um milhão de hectares de terras boas para mecanização. Tirando as áreas de reserva, já são mais de 500 mil hectares em produção.

Fonte: www.globo.com