Publicado em 12/05/2013 as 12:00am

Crise alimentar atinge 800 mil pessoas no Níger, adverte ONU

84 mil delas \'precisam de ajuda imediata, alerta boletim. País é regularmente afetado por crise devido à seca e agricultura arcaica.

 

Cerca de 800.000 pessoas estão atualmente em situação de "insegurança alimentar" no Níger e precisam de ajuda, e 84 mil delas devem receber "ajuda imediata", advertiu a ONU neste domingo (12).

No país africano que sofre com frequentes crises alimentares, "cerca de 800.000 pessoas encontram-se em situação de insegurança alimentar e precisam de ajuda" antes do período junho-agosto, indica em seu último boletim o Escritório de Assuntos Humanitários da ONU (OCHA) em Niamey.

Destas 800.000 pessoas, 84.000 "carecem de reservas alimentares" e "precisam de ajuda imediata", alerta o boletim.

Para sobreviver nas regiões atingidas pela seca em 2012, as pessoas afetadas são obrigadas a comer folhas e frutos selvagens ou a vender seu gado e material agrícola, segundo a agência da ONU.

O Níger, um dos países mais pobres do mundo, na região do Sahel, é regularmente afetado por esta crise, devido à seca e a uma agricultura arcaica.

Fonte: www.globo.com