Publicado em 15/05/2013 as 12:00am

Dólar fecha em leve alta, de olho em dados dos Estados Unidos

Moeda terminou o dia vendida a R$ 2,0245, em alta de 0,19%. Produção industrial nos EUA teve queda.


O dólar fechou em leve alta ante o real nesta quarta-feira (15), ainda diante de expectativas de que o banco central norte-americano pode diminuir seu estímulo monetário. Dados de produção industrial dos Estados Unidos e o temor de intervenção do Banco Central, no entanto, seguravam uma valorização mais expressiva da moeda.

A moeda norte-americana terminou o dia vendida a R$ 2,0245, em alta de 0,19%.

"A indústria nos Estados Unidos caiu, e o que vinha dando suporte para um monte de ações de investidores era a embalada dos Estados Unidos nos últimos meses", afirmou o gerente de câmbio da Treviso Corretora, Reginaldo Galhardo.

A produção industrial norte-americana caiu 0,5% em abril ante o mês anterior. No entanto, dados recentes dos Estados Unidos, incluindo melhora de empregos e varejo, haviam abastecido interpretações de que o Federal Reserve, banco central do país, poderia diminuir ou interromper seu programa de compra de títulos, o que diminuiria a liquidez internacional.

A aproximação do dólar ao patamar de R$ 2,03 alertou os investidores para possível atuação do BC, já que a última vez em que a autoridade monetária atuou no câmbio a moeda estava perto desse nível, e acrescentava um tom de cautela no mercado brasileiro.

"O mercado está administrado e começa a ficar em sinal de alerta", disse o gerente de câmbio da Icap Corretora, Ítalo dos Santos. Ele destacou, no entanto, que não vê atuação do BC em R$ 2,03 e que o próximo nível a ser testado pelo mercado pode ser R$ 2,05.

Fonte: www.globo.com