Publicado em 7/06/2013 as 12:00am

Preço do tomate cai mais de 10% em maio, e alimento deixa de ser vilão

Preço do tomate cai mais de 10% em maio, e alimento deixa de ser vilão


O preço do tomate, que foi o maior vilão da inflação nos últimos meses, caiu mais de 10% em maio, registrando o maior impacto negativo no IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo).

De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a inflação oficial do país subiu 0,37% em maio, a menor taxa para um mês desde junho de 2012, quando tiveram início os reajustes mais intensos dos alimentos.

A forte pressão inflacionária da categoria no início do ano parece estar perdendo força. Em maio, a alta registrada dos alimentos foi de 0,31%, contra 0,96% em abril.

A inflação se tornou o principal tema econômico no Brasil nos últimos meses. O preço do tomate virou motivo de piada, e o produto teve até mesmo o consumo desestimulado por donos de restaurantes.

Além do clima ter prejudicado a safra, os baixos preços do tomate nos últimos anos desestimulou agricultores a cultivar o produto. Essa combinação fez o preço do alimento disparar.

Mesmo com a queda em maio, o tomate ainda acumula alta de 96% em 12 meses, e de 55% no ano.

Fonte: www.uol.com