Publicado em 15/08/2013 as 12:00am

Bolsas da Europa fecham em queda por cautela sobre estímulo econômico

Bolsas da Europa fecham em queda por cautela sobre estímulo econômico

As ações europeias perderam alguns de seus fortes ganhos recentes nesta quinta-feira (15), prejudicadas por sinais de que os bancos centrais podem apertar suas políticas antes do esperado.

O índice FTSEurofirst 300 fechou em queda de 1,01%, a 1.227 pontos --sua maior queda em um dia em seis semanas. O índice das blue-chips (ações mais negociadas) da zona do euro EuroStoxx50 perdeu 0,57%, para 2.835 pontos, recuando das máximas em dois anos.

Ao vivo: acompanhe os destaques do mercado financeiro no liveblog do Folhainvest

As ações britânicas lideraram as perdas, com o FTSE 100 fechando em queda de 1,58%, após dados fortes das vendas no varejo e especulações de que a recuperação da economia britânica poderia provocar aumento das taxas de juros mais cedo do que o planejado.

Sinais de diminuição na taxa de desemprego nos Estados Unidos manteve viva a possibilidade de o Federal Reserve, banco central americano, possivelmente reduzir suas compras de títulos logo no próximo mês.

As perspectivas de menor estímulo do banco central, ao lado do vencimento iminente de parcela considerável das posições defensivas nas ações europeias na sexta-feira, abalaram a confiança do investidor.

Em Londres, o índice Financial Times caiu 1,58%, a 6.483 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX recuou 0,73%, para 8.376 pontos. Em Paris, o índice CAC-40 teve queda de 0,51%, a 4.093 pontos.

Em Milão, o índice Ftse/Mib ganhou 0,48%, para 17.463 pontos. Em Madri, o índice Ibex-35 fechou em queda de 0,59%, a 8.737 pontos. Em Lisboa, o índice PSI20 caiu 0,17%, para 6.051 pontos.

Fonte: www.uol.com