Publicado em 21/08/2013 as 12:00am

BC dos EUA indica que estímulo econômico deve ser mantido por enquanto

BC dos EUA indica que estímulo econômico deve ser mantido por enquanto

Apenas alguns membros do Fed (banco central americano) acreditavam que em breve será o momento de "diminuir um pouco" o ritmo de compra de títulos pelo banco central norte-americano na reunião do mês passado do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), enquanto outros enfatizaram paciência ao decidir quando começar a reduzir o

programa de estímulo.

A ata da reunião de 30 e 31 de julho do Fed, divulgada nesta quarta-feira (21), mostrou que quase todos entre os 12 integrantes do Fomc concordaram que uma mudança no estímulo ainda não é apropriada.

No semestre passado, o presidente do Fed, Ben Bernanke sinalizou que a instituição poderia reduzir a compra de títulos --estratégia para injetar dinheiro e estimular a economia. A declaração causou instabilidade nos mercados, e a migração do dinheiro de muitos investidores de títulos de países emergentes como o Brasil para os EUA. Desde então, qualquer movimentação do banco é aguardada com ansiedade pelo mercado.

As autoridades ressaltaram que a taxa de desemprego dos EUA --que atingiu 7,4% no mês passado-- caiu "consideravelmente" desde que a última rodada de compra de títulos foi lançada em setembro, embora houvesse discordância sobre a melhora cumulativa, dando como exemplo o alto número de norte-americanos que desistiram da busca por emprego.

No fim, o Fed não fez nenhuma mudança formal de política na reunião do mês passado, afirmando em comunicado em 31 de julho que a economia dos EUA continua a precisar de auxílio.

Fonte: www.uol.com