Publicado em 14/09/2013 as 12:00am

No 5º aniversário da crise, Obama voltará a pressionar republicanos

No 5º aniversário da crise, Obama voltará a pressionar republicanos


WASHINGTON, 14 Set (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos Barack Obama vai marcar o aniversário de cinco anos da crise financeira na segunda-feira, num esforço para voltar à sua agenda doméstica, após semanas lidando com a Síria.

Quando Wall Street chegou perto de um colapso em 2008, a crise económica resultante ajudou a impulsionar o então candidato democrata Obama à Casa Branca.

Mas a recuperação lenta da economia tem sido um desafio difícil para Obama, que nas últimas semanas tem se focado principalmente na política externa, na tentativa de montar uma resposta internacional a um ataque com armas químicas na Síria.

Um funcionário da Casa Branca disse que Obama vai entregar declarações na Casa Branca Rose Garden na segunda-feira para marcar o quinto aniversário da crise financeira, que foi acelerada em 15 de setembro de 2008, quando o Lehman Brothers pediu proteção contra falência.

O presidente democrata incidirá sobre aspectos positivos, discutindo progressos registrados e destacando suas receitas para impulsionar a criação de emprego, em meio a batalhas orçamentárias previstas com os republicanos no Congresso nas próximas semanas.

Ele também deve instar seus adversários republicanos no Congresso a não ameaçar parar o governo devido ao orçamento e apoiar o aumento do limite da dívida. Sem novo teto de gastos, a maioria das agências do governo dos EUA teria que fechar suas portas em 1º de outubro, em uma repetição de paradas politicamente dolorosas durante os meados da década de 1990.

Fonte: www.uol.com

Top News