Publicado em 23/12/2013 as 12:00am

Carga tributária sobe para 35,85% do PIB em 2012, novo recorde

Carga tributária sobe para 35,85% do PIB em 2012, novo recorde

A carga tributária brasileira, que é o valor de todos os impostos pagos pelos cidadãos e empresas na proporção das riquezas produzidas no país, somou 35,85% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2012, novo recorde, informou nesta sexta-feira (20) a Secretaria da Receita Federal. O recorde anterior para a carga tributária havia sido registrado em 2011, quando somou 35,31% do PIB. O último ano no qual a carga tributária registrou queda foi em 2009 - em consequência da crise financeira internacional e dos seus efeitos sobre a arrecadação de tributos. De acordo com a Receita Federal, o aumento da carga tributária no ano passado está relacionado com a expansão do emprego e da renda, visto que os tributos federais que mais apresentaram aumento de arrecadação em 2012 foram a contribuição para o INSS e os valores recolhidos para o FGTS. Além disso, o Fisco informou que o aumento da carga está relacionado com o maior volume de vendas - que se traduziu em maior receita do ICMS (estadual) no último ano. A carga tributária do Brasil, uma das maiores do mundo, subiu em 2012 apesar das reduções de tributos implementadas pelo governo federal. estimadas em R$ 15 bilhões. Arrecadação X PIB Os números mostram que foram arrecadados no ano passado, em tributos federais, estaduais e municipais, R$ 1,57 trilhão (valor não inclui multas e juros), enquanto o PIB do mesmo período somou R$ 4,39 trilhões. Em 2011, a arrecadação de impostos e contribuições havia somado R$ 1,46 trilhão, enquanto o PIB do mesmo período totalizou R$ 4,14 trilhões. Segundo a Receita Federal, a maior parte dos tributos foi arrecadada pelo governo federal, no ano passado. A União obteve R$ 1,08 trilhão, o correspondente a 69% da receita total. Ao mesmo tempo, os estados foram responsáveis pela arrecadação de R$ 396 bilhões, e os municípios responderam pela arrecadação de R$ 91 bilhões. Uma das maiores do mundo A carga tributária brasileira, que somou 35,3% do PIB em 2011 e quase 36% em 2012, está acima de países como Turquia (25% em 2011), Estados Unidos (25,1%), Suiça (28,5%), Coreia do Sul (25,9% do PIB), Canadá (31% do PIB) e Israel (32,6% do PIB), entre outros, informou a Receita Federal.

Fonte: (G1)