Publicado em 23/12/2013 as 12:00am

Dívida chega a R$ 2,06 trilhões em novembro, alta de 2,32%

Dívida pública chega a R$ 2,06 trilhões em novembro, alta de 2,32%

A dívida pública federal, que inclui os endividamentos interno e externo do governo, atingiu R$ 2,06 trilhões em novembro, alta de 2,32% em relação ao valor registrado em outubro (R$ 2,02 trilhões). As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (23) pela Secretaria do Tesouro Nacional. Esta variação, informou o Tesouro, deveu-se à emissão liquida de títulos públicos (acima do valor dos vencimentos) no valor de R$ 22,7 bilhões em novembro, além de despesas com juros no valor de R$ 17,9 bilhões. A dívida pública interna teve alta de 1,99% entre outubro e novembro, quando passou de R$ 1,93 trilhão para R$ 1,97 trilhão. Já a dívida externa cresceu 9,41% na mesma comparação, encerrando novembro em R$ 97,22 bilhões. Segundo plano da Secretaria do Tesouro Nacional, a dívida pública pode chegar a R$ 2,24 trilhões no fim deste ano ? R$ 232 bilhões a mais do que em 2012. Os dados constam no Plano Anual de Financiamento (PAF). O documento prevê um patamar entre R$ 2,1 trilhões, o que representaria um crescimento de R$ 92 bilhões, e R$ 2,24 trilhões, para a dívida pública brasileira no fim deste ano. Deste modo, a estimativa de expansão da dívida pública, em 2013, varia de 4,58% a 11,55%. O coordenador de Operações da Dívida Pública, José Franco de Morais, disse que o estoque da dívida deve fechar 2013 "um pouco acima" de R$ 2,1trilhões e, portanto, dentro do intervalo da meta fixado pelo PAF (entre R$ 2,1 e R$ 2,24 trilhões).

Fonte: (G1)