Publicado em 28/07/2014 as 12:00am

Brasileiros têm quase US$ 400 bilhões investidos no exterior

Posição, do final de 2013, mede 'grau de internacionalização' da economia. Houve uma alta de 10% frente ao patamar registrado no fim do ano anterior.

Os brasileiros tinham US$ 391,57 bilhões investidos no exterior no final do ano passado, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (25) pelo Banco Central. O valor representa um crescimento de 10% frente ao patamar registrado no fechamento de 2012 (US$ 355,98 bilhões). Em 2007, os investimentos de brasileiros no exterior estavam em US$ 196,7 bilhões.

Segundo os números oficiais, 27 mil pessoas físicas, e 3,55 mil empresas, tinham investimentos no exterior no fechamento do ano passado. No fim de 2012, o número de pessoas físicas que possuíam recursos investidos lá fora era de 23,19 mil. As empresas, por sua vez, somavam 3,25 mil no fim de 2012.

A taxa de investimento dos brasileiros no exterior, segundo o chefe-adjunto do Departamento Econômico do Banco Central, Fernando Rocha, mede o chamado "grau de internacionalização" de uma economia. "Quanto mais desenvolvido é o país, maior tende a ser esse percentual", afirmou ele.

No caso da economia brasileira, o valor de US$ 391,5 bilhões registrado no final do ano passado representa pouco menos de 20% do Produto Interno Bruto (PIB), estimado pelo Banco Central em mais de US$ 2 trilhões. Rocha não soube dizer qual o grau de internacionalização de economias desenvolvidas, como os Estados Unidos, por exemplo, mas assegurou que é maior que o do Brasil.

"Os principais países desenvolvidos têm uma internacionalização muito grande de sua atividade econômica e de suas empresas. Na medida em que o pais vai ampliando o seu nível de desenvolvimento, é natural que suas principais empresas busquem ganhar escala, competitividade, aprender nos mercados internacionais e inovar. Esse processo no brasil tem sido crescente", declarou o chefe-adjunto do Departamento Econômico do BC.

Tipos de investimento

De acordo com o Banco Central, dos US$ 391,5 bilhões existentes no exterior no fim do ano passado, US$ 295,3 bilhões estavam alocados como investimento brasileiro direto – considerada a principal modalidade pelo Banco Central. Esse valor estava em US$ 266 bilhões no fechamento de 2012.

"O mais importante são os investimentos brasileiros diretos. São empresas brasileiras montando ou comprando subsidiárias no exterior", declarou Fernando Rocha, do BC.

Segundo o levantamento da autoridade monetária, os chamados investimentos em carteira (ações e títulos de renda fixa, por exemplo), de brasileiros no exterior, somavam US$ 25,43 bilhões no fim do ano passado, em comparação com US$ 22,12 bilhões no fechamento de 2012.

Já as aplicações em derivativos (instrumento do mercado futuro) somaram US$ 647 milhões no exterior no fim de 2013, contra US$ 555 milhões um ano antes. Em imóveis, os brasileiros possuíam US$ 5,4 bilhões no exterior no fim do ano passado, contra US$ 4,6 bilhões no ano anterior.

Fonte: Redação Brazilian Times