Publicado em 25/03/2016 as 10:00am

Previdência brasileira é frágil, indica estudo internacional

Estudo internacional vê Previdência brasileira como "insustentável"

O sistema previdenciário do Brasil é classificado como um dos mais insustentáveis do mundo, de acordo com estudos internacionais.

O sistema brasileiro vai consumir neste ano 40% do orçamento federal –ou 54%, se forem incluídos gastos com servidores aposentados e benefícios da Loas (para pessoas com mais de 65 anos ou deficientes de baixa renda).

Estudo da empresa Allianz ("Allianz Pension Sustainability Index") mostra que o Brasil fica em segundo lugar entre os regimes que consomem mais recursos do que arrecadam e cujo rombo deve se agravar nos próximos anos. Entre as 50 maiores economias do mundo, o país fica atrás apenas da Tailândia.

Em outro levantamento, da consultoria Mercer (Melbourne Mercer Global Pension Index), o país aparece na terceira pior posição entre 25 economias analisadas.

A Allianz cita a aceleração do processo de envelhecimento da população brasileira, combinada com regras que permitem aposentadorias precoces, entre os pontos de desequilíbrio do sistema. A Mercer também fala na falta da idade mínima como um dos maiores problemas.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/