Publicado em 4/04/2017 as 9:20am

Trump doou o dinheiro do salário do primeiro trimestre

Agência que supervisiona os parques norte-americanos recebeu mais de 78 mil dólares

"Não vou aceitar um dólar" ou "Vou dar o meu salário se me tornar Presidente" foram frases proferidas por Donald Trump, o candidato à Casa Branca.

Agora Presidente, Trump parece querer cumprir essa promessa e, esta segunda-feira, o porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, apresentou um cheque de mais de 78 mil dólares (mais de 73 mil euros) ao secretário do Interior, Ryan Zinke.

O dinheiro, que corresponde ao salário de um trimestre, tem como destino o National Park Service, um das agências governamentais que vai ter grandes cortes orçamentais se as ideias para o orçamento forem avante.

Zinke, responsável pelo National Park Service, disse estar "muito contente".

Os Presidentes dos EUA recebem 400 mil euros anuais (quase 375 mil euros), além de vários benefícios.

Como refere o Washington Post, Donald Trump deverá ser a pessoa mais rica que já foi eleita para a presidência dos EUA e, além disso, tem a filha Ivanka Trump e o genro Jared Kushner, ambos avaliados em cerca de 740 milhões de dólares, a trabalharem para si sem receberem nada.

A Casa Branca já havia anunciado que Donald Trump daria o seu ordenado à caridade, afirmando até que deixaria a imprensa escolher as instituições que receberiam o dinheiro.

Assim sendo, uma oferta ao National Park Service traz uma mudança em relação ao que havia sido dito, mas Sean Spicer não explanou sobre esse assunto.

"O serviço de parques tem tratado dos nossos parques desde 1916, e o Presidente fica orgulhoso em contribuir com o primeiro quarto do seu salário para uma missão tão importante, que é também preservar a segurança nacional", disse Spicer.

Donald Trump propõe, no seu plano orçamental, um corte de 1,2 mil milhões de euros para várias agências no Departamento do Interior, que supervisiona, entre outras agências, o National Park Service.

Fonte: www.dn.pt