Publicado em 28/09/2017 as 9:00pm

Seguro de Automóvel nos Estados Unidos: saiba as diferenças e semelhanças com o Brasil

Existem alguns aspectos fundamentais que todo imigrante brasileiro deve saber se quiser comprar...

Existem alguns aspectos fundamentais que todo imigrante brasileiro deve saber se quiser comprar um carro nos Estados Unidos. Um deles é o funcionamento do seguro: Será que ele é obrigatório? Contempla as mesmas coberturas que o seguro de automóveis no Brasil? Tem alguma particularidade? Ninguém melhor do que um brasileiro residente no país das oportunidades para esclarecer todas essas questões. A seguir, acompanhe a entrevista realizada pelo canal Realidade Americana com Alessandra Gouvêa, da Premium Car Outlet, revendedora de carros na Flórida.

O seguro nos EUA é obrigatório?

Diferente do Brasil, que lá é uma República Federativa, ou seja, a maioria das leis são federais, aqui as leis são estaduais. Então, cada estado tem uma legislação (...). No estado da Flórida, o seguro é obrigatório. Que tipo de seguro é obrigatório? É um seguro que, traduzindo, a gente falaria que é um seguro básico.

O que é que esse seguro básico cobre? O seguro básico, aqui eles chamam de PIP e PD. O que é que é o PIP? É o que eles chamam de PERSONAL INJURY PROTECTION. O que é que é esse seguro? Esse seguro, ele vai cobrir: gastos com hospital (do dono do carro), custas médicas (remédio, visita a médicos), funeral (caso a pessoa tenha morrido); tudo do segurado e das pessoas que estão no carro. O outro seria o PROPERTY DAMAGE. O PD vai cobrir o custo de conserto ou de replacement, de dar um carro novo caso seja perda total, da terceira parte.

Inclui também o da tua parte?

Não. O seguro, ele vai cobrir o carro de terceiros, não o seu. O seguro básico, por lei, é o PIP e o PD, os dois. É o carro do outro e o seu médico. Por quê? Porque você está protegendo o bem de um terceiro, que você causou o acidente; e você não vai causar danos ao governo, porque você vai ter que usar hospital, você vai ter que fazer tudo isso e não ter dinheiro para pagar, caso você não tenha plano de saúde. É o seguro de médico do segurado e propriedade de terceiros.

Então, não tem minha propriedade?

Não tem sua propriedade. Esse é o seguro obrigatório no estado da Florida.

Então, se eu quiser segurar meu carro tem que fazer o seguro com extras para incluir o teu bem?
Isso. Aí, a gente vai fazer um seguro total. Mas, essa palavra, até mesmo na tradução para o português, ela está errada. Seguro de carros (https://www.compareemcasa.com.br/seguro-de-carros/) total cobre tudo? Não, não cobre tudo. Por quê? Porque tudo vai ter um limite; cobre tudo dentro dos seus limites, dentro das coberturas do carro. Esse seguro, a gente chama de FULL COVER. O que é que é isso? É um seguro que vai cobrir o PIP e mais o PD (que já está no básico), e aí nós vamos incluir o que eles chamam de COMPREHENSIVE AND COLLISION. O que é que é isso? O COLLISION é quando você bater com o carro ou capotar com o carro, vai estar coberto. E o outro é com relação aos danos naturais, por exemplo: roubo, furto, incêndio, inundação... Alguns seguros hoje em dia estão excluindo contra furacão, mas a maioria ainda cobre (...).

Então, dentro desse seguro completo - vamos dizer assim - você tem várias opções. Quanto mais coisas você somar, mais caro vai ficar. No seguro total, você pode delimitar quanto é que vai pagar pelo serviço. O que é que a gente pode incluir nesse seguro completo? Você pode estipular quem vai dirigir o carro, você pode escolher o valor da franquia (quanto mais baixo o valor da franquia, mais alto vai ficar o seu seguro).

Fonte: Redação - Brazilian Times