Chegou o Classificado do Brazilian Times. Divulgue ou busque produtos e serviços agora mesmo!

Acessar os Classificados

Publicado em 7/07/2024 as 7:00pm

Roberto Carlos retorna à Flórida para concluir turnê 2024 nos EUA

Miami abre com estádio lotado e Orlando fecha com chave de ouro excursão musical 2024 do cantor por seis estados americanos Gilvan De Sergipe BT/Sucursal Miami Fotos Bill Paparazzi

Roberto Carlos retorna à Flórida para concluir turnê 2024 nos EUA Roberto Carlos é aplaudido de pé ao abrir o espetáculo cantando “Emoções”

No último domingo, o cantor Roberto Carlos encerrou sua turnê americana, se apresentando na cidade de Orlando, na Flórida, mesmo estado onde se iniciou a excursão artística, há duas semanas. O estádio para o show, o Kia Center, localizado no centro da cidade e com capacidade para 18 mil espectadores sentados, estava praticamente lotado.

A elevada acústica do pot-pourri de início do show, com refrãos das principais peças musicais do artista, tocado pela orquestra RC9 - regida pelo competente maestro Eduardo Lages -, e o jogo de luzes pela arena inteira já entusiasmavam o público. Mas a plateia foi mesmo ao delírio quando o cantor surgiu no palco. Para provar que não era apenas o anfiteatro inteiro que estava emocionado, o cantor abriu o espetáculo cantando “Emoções”, um de seus maiores sucessos, criado em 1981 com seu parceiro musical Erasmo Carlos.

Milhares de brasileiros, hispanos e americanos compunham uma plateia que acompanhava o Rei nos refrãos de cada canção

Com respeito aos milhares de hispanos presentes, Roberto Carlos cantou grande parte do repertório em espanhol. Às vezes, até mesclando português e espanhol durante uma mesma música. Clássicos que já fazem parte da história musical brasileira, como “Detalhes”, “Desabafo”, “Lady Laura”, “Proposta”, “Como Vai Você”, “Cama e Mesa” e “Amigo” foram cantadas em português e espanhol. Mas não ficaram de fora o sucesso em italiano “Un Gatto Nel Blu”, nem as recentes “Esse Cara Sou Eu” e “Eu Ofereço Flores”. “Jesus Cristo”, como tem sido sempre, é a música de encerramento dos shows. É uma canção que as fãs mais afoitas entendem como um código secreto significando que está na hora para as mais de uma centena de fãs apaixonadas correrem para a beira do palco para disputarem uma das – no mínimo – 144 rosas brancas e vermelhas que o cantor distribui ao fim do espetáculo.

Orquestra e iluminação: um show à parte

Mas isso nem sempre significa artista recolhido ao camarim, holofotes desligados, orquestra saindo do palco. Em Orlando, o público do Kia Center em peso gritava “Volta! Volta! Volta!”. Mesmo tendo terminado o espetáculo com o tempo esgotado, o cantor atendeu aos pedidos incessantes do público e retornou do camarim três vezes mais para cantar. “Eu Quero Apenas”, clássico de 1974, que a plateia inteira cantava em coro, e “Solamente Una Vez”, do mexicano Agustín Lara, foram as duas últimas canções.

Após o fim do show, o cantor teve que retornar três vezes ao palco a pedido dos fãs, que queriam mais

Vivat Rex! - “Vida longa ao Rei!”. Essa seria a melhor frase para resumir a veneração da legião de fãs do cantor que acorreram a vê-lo. Duas semanas, seis estados americanos, quase 14 horas de músicas ao vivo, 1.008 rosas brancas e vermelhas distribuídas, sete estádios com capacidade total para 76.800 assentos, ingressos esgotados com antecedência em vários venues e multidões de admiradores deixando os teatros, felizes. Esses são apenas alguns dos números do estrondoso sucesso da passagem do Rei em sua recente turnê pelos Estados Unidos.
O périplo musical, que começou dia 16 na costa leste, à beira do oceano Atlântico, cruzou por estados da região central do território americano, chegou à costa oeste, banhada pelo oceano Pacífico, subiu ao nordeste e foi concluído no sul do país, dia 30. Nova York, Massachusetts, Califórnia, Illinois, Texas e Flórida foram os estados visitados pelo Rei e seu séquito de quase 30 profissionais altamente gabaritados que o acompanham em cada espetáculo e que também são responsáveis pela admirada qualidade dos shows.

O Kia Center, local do show de Roberto Carlos, é considerado pelo Tripadvisor o melhor estádio de Orlando

O cantor, de 83 anos, descansa agora por duas semanas. Mas, como a vida do artista é o proscênio e com a energia de um jovem, Roberto Carlos retorna aos palcos dia 18, se apresentado duas vezes na Bahia. E segue para Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro. Setembro é a vez da turnê pela Europa. Estão na rota de shows Suíça, Espanha, França, Itália e Portugal, onde começa a turnê e terá apresentações realizadas em Lisboa, Braga e Açores. Haja fôlego! Voz não precisa. Porque o homem tem demais.

 



 

Top News