Publicado em 18/05/2015 as 12:00am

Estudantes brasileiros ganham 10 prêmios em feira mundial

O evento, ocorrido entre 10 e 15 de maio, reuniu mais de 1,7 mil estudantes de 75 países

Estudantes brasileiros conquistaram dez prêmios na Intel ISEF (International Science and Engineering Fair), a maior feira de ciência  engenharia do mundo voltada para jovens pré-universitários. O evento, ocorrido entre 10 e 15 de maio, reuniu mais de 1,7 mil estudantes de 75 países.

Os prêmios são chamados de "Special Awards Ceremony" e "Grand Awards Ceremony", sendo duas menções honrosas e dois prêmios da Organização dos Estados Americanos (OEA).

Os estudantes selecionados são do Ceará, Mato Grosso do Sul, Pará, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Bahia, Maranhão e Rio de Janeiro. Os alunos competiram por mais de US$ 4 milhões em prêmios e foram julgados pela sua capacidade criativa e pensamento científico, rigor, competência e clareza mostrada em seus projetos.

 A Delegação Brasileira apresentou 24 projetos de 34 estudantes. 15 estudantes da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace) representaram nove projetos  que foram finalistas na feira de São Paulo (SP). Outros 15 estudantes são da Mostra Brasileira de Ciência e Tecnologia (Mostratec), feira de Novo Hamburgo (RS) e quatro alunos da Escola Americana de Campinas.

Quatro projetos brasileiros receberam destaque (na terceira e quarta classificações) e foram homenageados na cerimônia dos Grandes Prêmios, realizada nesta sexta-feira (15). Já a solenidade dos Prêmios Especiais da Intel ISEF, que aconteceu na noite de quinta-feira (14), premiou seis projetos brasileiros (quatro prêmios em dinheiro e duas menções honrosas). Este ano, 68 diferentes organizações, entre universidades, fundações, associações e empresas públicas e privadas distribuíram os prêmios.

O diretor de Popularização de Difusão de Ciência e Tecnologia do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Douglas Falcão, afirmou que todos os trabalhos brasileiros aprovados para a premiação participam de feiras brasileiras apoiadas pelo ministério. Para Falcão, o resultado expressivo é o ponto alto de um longo trabalho realizado nos últimos anos.

De acordo com Falcão, os editais de feiras apoiaram cerca de 30 mil projetos escolares em todo o País. "O MCTI apoiou mais de 600 feiras por meio dos editais e essa política está servindo de referência para a América Latina".

Sobre a ISEF

A Intel ISEF (Internacional Science and Engineering Fair) faz parte de um programa da Society for Science & the Public e da Intel Foundation. Realizada desde 1950 nos Estados Unidos, a premiação já revelou milhares de projetos inovadores, patentes e cientistas brilhantes para todo o mundo. 

Para participar, o estudante precisa ser indicado por meio de uma das feiras nacionais credenciadas ao redor do mundo. A cada ano, um Estado norte-americano diferente hospeda a feira. Neste ano, a 66a edição da feira foi em Pittsburgh.

Fonte: Da Redação

Top News