Publicado em 12/08/2008 as 12:00am

Central Park vira praça do talento brasileiro

O cinema brasileiro dá um largo passo na escala das grandes produções audiovisuais. E a Cine Fest Petrobras dispõe o resultado desses novos empreendimentos artísticos durante um evento que reconheceu a criatividade e o profissionalismo dessas obras cinema

No Domingo (10), o show da cantora Maria Rita, que abriu a mostra de cinema Cine Fest Petrobras, fez a platéia do Summerstage, no Central Park-New York, vibrar ao som da Bossa Nova. O Festival de cinema promovido pelo Grupo Inffinito, com o apoio da empresa Estatal Petrobras, foi executada com excelente nível organizacional e causou ótima impressão para audiência e convidados especiais, tais como o ator Rodrigo Santoro, as atrizes Denise Dummont e Helena Ranaldi, o diretor Wolf Maia, entre outros importantes ícones do cinema nacional.

A 6a.  edição do circuito Cine Fest Petrobras-NY estará em cartaz até o dia 16 de Agosto com a exibição de seis filmes diários, no espaço Tribeca Cinemas, à partir das 18:30. Os curtas, médias e longas metragens, estão inseridos nos gêneros ficção e documentário, sendo que quatorze desses foram selecionados previamente pela diretoria da Inffinito para concorrer ao troféu “Lente de Cristal”, uma premiação anual que elege o melhor filme através do voto popular.

Adriana Dutra, diretora da Inffinito, disse em entrevista ao jornal Brazilian Times que,  “os filmes ainda são produtos culturais que apresentam dificuldades para serem gerados e negociados”. Conforme a diretora, atualmente a Lei Rouanet de incentivo fiscal à cultura facilita a captação de patrocínio para subsidiar a produção dos filmes, mas mesmo com a isenção de 100% do valor investido, ainda há pouca participação do setor privado para alavancar a indústria cinematográfica, o maior suporte ainda é fornecido pelos órgãos governamentais.

Com a finalidade de movimentar esse mercado, o Festival criou uma plataforma para divulgar os filmes e proporcionar a chegada deles às bilheterias. “Na última edição do Cine Fest Petrobras foram comercializados seiscentos mil dólares entre cada seção. A mostra formenta possibilidades de encontro dos produtores nacionais com os potenciais distribuidores no exterior.”

AS GIGANTES PETROBRAS E EMBRATUR NO PARK  

Antes de dar início a programação, Alberto Guimarães, porta-voz da Petrobras, elogiou o crescimento e a valorização das produções brasileiras, bem como a força de sua representação ao redor dos países Europeus. Guimarães disse que essa iniciativa é responsável por abrir novas perspectivas que impulsionam bons negócios e também divulgam o talento e a qualidade dos filmes.

Na sequência, a diretora da Embratur, Jeanine Pires, reforçou a mensagem acrescentando o orgulho de testemunhar uma promoção significativa que mereceu a colaboração da Organização das Nações Unidas (ONU) e estava sendo concretizada em pleno Central Park, um endereço nobre e uma referência norte-americana. Pires ressaltou a importância do cinema como uma vitrine global, sendo essa, uma maneira de apresentar o cenário brasileiro através das imagens rodadas em diferentes estados e capitais. Ela citou que as cenas gravadas em lugares históricos, naturais e nas grandes metrópoles promovem o Brasil em diversos aspectos, além de ser um mecanismo que desperta a curiosidade. “eles ampliam os conhecimentos sobre essas regiões e estimulam o turismo no país”, disse.

O SUMMERSTAGE RECEBE CELEBRIDADES

Milhares de pessoas acompanharam Maria Rita cantar os seus grandes sucessos, como a música “Encontros e Despedidas”, tema de abertura da novela Senhora do Destino, pertencente a emissora de TV Rede Globo. “A música sem dúvida fez menção a corrente migratória de brasileiros que entram e saem todos os anos dos Estados Unidos”, disse o carioca Breno dos Santos, na platéia.

De fato, a música revelou a parcela de brasileiros presentes que ovacionaram intensamente e astearam as bandeiras em sinal de patriotismo. “Isso é maravilhoso, quero ter a oportunidade de ouvir novamente”, disse o estadunidense John Mark.

Ao lado do palco, o cineasta Walter Lima Junior, conferia o intereresse da platéia que assistiu atenta ao lançamento de sua mais nova direção “Os Desafinados”. Lima estava confiante pois já havia recebido boas críticas na prévia, exibida no mês de Julho, no Museu de Arte Moderna (MOMA), também em NY, “A receptividade dos espectadores no MOMA eliminou a minha ansiedade”, confessou.

Lima estava certo com relação as suas expectativas, a reação foi de aprovação, confirmando pela segunda vez  o sucesso da comédia romântica frente ao público. Sobre o processo de roteirização, Lima respondeu, “Esse filme foi feito com o coração, o trabalho de pesquisas começou com as minhas próprias experiências vivendo longe do país e depois foi sendo enriquecido com a visão de amigos e especialistas que ajudaram a coordenar o material de base”. Ao lado do palco, na área VIP, os atores que estrelam “Os Desafinados”, Rodrigo Santoro, Ângelo Paes Leme e Jair Oliveira (Jairzinho) passaram a tarde celebrando com Lima, no Central Park.

 

Fonte: (Brazilian Times)