Publicado em 28/12/2009 as 12:00am

Morre baixista do grupo Calcinha Preta no RN

Gilson Batata estava com o grupo para show em Caicó. Funeral acontece em Aracaju neste sábado (26) até as 17h30.

Gilson Pereira de Almeida, conhecido como Gilson Batata, baixista e diretor artístico do grupo de forró sergipano Calcinha Preta, morreu em Caicó, no Rio Grande do Norte, nesta sexta-feira (25).

Segundo informações da Polícia Civil de Caicó, o músico de 48 anos sentiu-se mal durante todo o dia e no início da noite foi encaminhado para uma unidade de Pronto Atendimento médico. A polícia diz que a causa da morte foi um infarto agudo do miocárdio.

A banda cancelou show marcado em Caicó para sexta à noite e seguiu com o corpo para Aracaju, capital de Sergipe. Gilson será velado neste sábado (26) no Cemitério Colina da Saudade até as 17h30, hora do sepultamento.

Além do show em Caicó, o grupo cancelou os shows em Conceição do Coité e em Caldas do Jorro (ambas na Bahia) neste sábado (26) e emTeófilo Otoni, em Minas Gerais, no domingo (27). Segundo John Kleber, produtor da banda, o Calcinha Preta ainda não decidiu se vai cancelar datas posteriores. Gilson se apresentou com o grupo no "Especial Roberto Carlos", da TV Globo, que foi ao ar nesta sexta-feira, mas estava gravado desde o dia 15.

Gilson estava no Calcinha Preta havia mais de sete anos. Natural de Ribeira do Pombal, na Bahia, morava em Sergipe havia mais de 30 anos. Já tocou em grupos como Los Guaranys, Vim Te Vê e Forró Sucesso, e acompanhou músicos como Roberto Alves, Ismar Ribeiro e Chiko Queiroga. Ele deixa esposa e quatro filhos.

Fonte: (G1)