Publicado em 27/08/2010 as 12:00am

Mexicana é eleita Miss Universo 2010

A estudante de nutrição é a segunda mexicana a levar o título depois de Lupita Jones, em 1991. A bela morena de 1,74m começou a carreira de modelo aos 16 anos em Guadalajara, no México, cidade onde nasceu.

 

A estudante de nutrição é a segunda mexicana a levar o título depois de Lupita Jones, em 1991. A bela morena de 1,74m começou a carreira de modelo aos 16 anos em Guadalajara, no México, cidade onde nasceu.

No Miss Universo 2010, Jimena conquistou a coroa e superou a jamaicana Yendi Phillipps, que ficou em segundo lugar, e a australiana Jesinta Campbell, em terceiro.

Desde o início do concurso, em sua 59ª edição, a disputa ficou entre as belas do México, Jamaica e Filipinas. Todas receberam notas altas nas etapas de traje de banho e vestidos de gala.

A Miss Brasil, Debora Lyra, considerada uma das favoritas ao titulo de Miss  Universo, não ficou entre as 15 semifinalistas, o que gerou tristeza aos brasileiros  que estavam presentes no evento,  que foi realizado nesta segunda-feira,  23 no Centro de Convenções do Mandalay Bay Resort e Cassino em Las Vegas.
Todos, inclusive as mídias que estavam presente na sala de conferencia, ficaram surpresos,  quando viram que ela não havia sido escolhida para a final, pois, Débora havia esbanjado muito glamour e boa forma nas preliminares,  que antecedeu o evento. Ela estava nas pesquisas como sendo uma das favoritas a levar o titulo.
Assim que acabou o evento, Débora saiu no saguão do hotel usando uma blusa, que dizia: "Don't worry, be happy" no qual foi muito aplaudida pelo publico de varias partes do mundo presentes não só no evento como transeuntes e hospedes, recebendo palavras de conforto e carinho. “Ela foi uma das mais  aplaudidas pelo publico”, revela a nossa enviada especial Marília Rio,  maquiadora profissional e especialista em imagem pessoal que acompanhou tudo de perto. 

Caio Castro - Fashion Editor e Produtor Artistico do Miss Brasil USA, esteve presente no evento e comentou: "O Miss Universo mudou toda sua estrutura em relação ao padrão de beleza, agora o que podemos notar são mulheres super magras com um look de anorexia. Podemos também notar um ano de finalistas repleto de mulheres de baixa estatura. O que e triste pois mulheres como Débora Lyra, Miss Venezuela, Canadá, Haiti e outras foram super injustiçadas este ano. Bom, para mim não e novidade, concurso de beleza nunca ira agradar a todos, o que vale e a experiência e o aprendizado que tiramos de tudo isto. Débora Lyra será sempre uma Rainha pois alem de ser simpática tem os pés no chão com sua pouca idade. O mais triste de tudo isto não foi a Débora não ser coroada a Miss Universo ou ter ficado entre as finalista, e sim foi ver os coordenadores do Miss Brasil comemorarem,   quando Débora não entrou entre as 15 finalistas, falta de respeito a própria pátria.

Fonte: (Da redação)

Top News