Publicado em 10/07/2011 as 12:00am

Brasileira já visitou parques do Mickey mais de 100 vezes

Mickey, Pateta, Pato Donald, Tio Patinhas... Quem nunca teve vontade de tirar foto com os personagens da Disney? Por mais durão que você seja, internauta marmanjo, aposto que já sonhou em brincar nos parques de Orlando.

Mickey, Pateta, Pato Donald, Tio Patinhas... Quem nunca teve vontade de tirar foto com os personagens da Disney? Por mais durão que você seja, internauta marmanjo, aposto que já sonhou em brincar nos parques de Orlando.

É de se esperar que as pessoas visitem a Flórida atrás do Mickey uma, duas ou (no máximo) três vezes na vida. Este não é o caso de Ginha Nader, que pesquisa a empresa há 45 anos. "Deixe-me fazer umas contas... Acho que já fui para lá umas cem vezes", contabilizou a ex-agente de turismo.

Ginha fez sua primeira viagem em janeiro de 1972 e, desde então, visitou os parques de três a quatro vezes por ano até 2008. "Tive uns problemas de saúde e dei uma parada. Mas tenho planos de ir no ano que vem. Estou morrendo de saudades de lá", desabafou ela, que já é conhecida pelos líderes da gigante.

“Em 2006 conheci Bob Iger, o CEO da Disney. Ele foi muito simpático e tirou uma foto comigo", conta Nader, que tem até seu nome gravado na "Calçada da Fama da Disney".

Ginha começou sua carreira no turismo nos anos 70 e ganhou notoriedade depois de participar do programa "O show sem limites", em 1983, apresentado por J. Silvestre. Sua participação consistia em um jogo de perguntas e repostas sobre a Disney, que durou seis meses. Ela ganhou e pôde levar 11 crianças carentes para conhecer os parques nos Estados Unidos.

Ela conhece tanto a empresa que, também em 2006, tornou-se acionista do Mickey (!) e tem cinco certificados de treinamentos do Disney University - o centro de excelência da empresa.

Nas paredes de seu escritório há fotos dos personagens nos parques, vestindo fantasias antigas, bem longe das atuais roupas que encantam turistas do mundo todo. "Para conhecer esse mundo é só ler meus livros, que tem de tudo lá. Quem acha que é infantil, não sabe o que está perdendo".

Estátua gigante

Como todo fã que se preze, Nader tem diversos objetos sobre o assunto Disney em sua casa, mas o que mais impressiona é uma estátua do rato Mickey que mede 1,55 metro de altura. "Três irmãos fizeram esta réplica, inspirada no filme 'Aprendiz de Feiticeiro', e queriam dar para a Disney. Como a empresa não aceitava presentes, eles deram pra mim", relata. Os artistas a fizeram em meados de 2005, e chegaram até ela pelos livros de sua autoria sobre o assunto.

A estátua tem uma cor parecida com cobre e é feita de um material bem leve. "Ainda bem, pois ela me acompanha por todo o Brasil nas palestras e workshops que ministro", brinca.

Legado

Considerada por muitos a maior - e única – especialista em Disney no Brasil, Ginha é, antes de tudo, uma grande fã da empresa e dos parques. "Comecei colecionando recortes de jornais há quase 45 anos, que é mais ou menos quando virei agente de turismo e levava grupos para os Estados Unidos", conta Tia Ginha, nome pelo qual era conhecida no meio turístico.

Seu acervo pessoal é digno de Livro dos Recordes: ela possui quase 1.000 títulos sobre a Disney. Destes, mais de 400 são livros - sete escritos por ela própria. O último, "A Magia do Império", vai ganhar em breve uma edição em italiano. "Minha vontade é deixar esse material todo à disposição para pesquisa e consulta, como uma biblioteca, com meu nome"

Fonte: R7.COM.BR