Publicado em 15/01/2012 as 12:00am

Monique é chamada no confessionário e diz que não fez nada com Daniel

A gaúcha Monique, em conversa com Analice na varanda disse que foi chamada no confessionário pela produção do programa para esclarecer o que rolou durante a madrugada debaixo do edredom com Daniel.

A gaúcha Monique, em conversa com Analice na varanda disse que foi chamada no confessionário pela produção do programa para esclarecer o que rolou durante a madrugada debaixo do edredom com Daniel.

"Me chamaram no confessionário para perguntar se tínhamos feito alguma coisa. Eu sei que não fiz, mas começo a pirar.. Será que eu fiz? Será que não? Estou muito mal com isso", desabafou a sister.

Em seguida, a gaúcha foi conversar com Daniel e confessou estar paranóica porque foi a única das meninas que está ficando com alguém a ser chamada no confessionário. O brother a aconselhou a não comentar isso com qualquer pessoa da casa, manter a discrição.

"Só quero que você fique tranquila. De todas as mulheres da casa, você é a que tenho mais afinidade. Eu tinha uma pessoa lá fora, você sabe disso. Mas eu entrei solteiro para não perder meu foco no jogo", contou Daniel.

Ao reafirmar que estava preocupada com a situação, o paulista afirmou "Não teve momento de sacanagem nossa juntos. Não nos beijamos nem na festa. Nos beijamos no quarto e nos agarramos no edredom com a cabeça pra fora". Daniel conta que o que eles fizeram foi dar dois beijinhos e passaram a mão. Num certo momento os dois travam o seguinte diálogo:

Monique: - Será que eu estava tão louca que eu não lembro de alguma coisa?
Daniel: - Também não é assim, pelo amor de Deus! Fê, desencana desta parada, curte aqui. Vai pirar o teu cabeção, o meu não. Eu estou 100% desencanado disso. Não aconteceu de se agarrar.

Monique pergunta então porque ela foi chamada para o confessionário e os outros dois casais não. Daniel tenta tranquilizá-la: “A gente estava muito louco, é diferente. Foi numas de precaução. E você não sabe se os caras querem deixar a gente encanadão. Já pensou nisso?

Daniel a aconselhou a não se preocupar falando que isso não levaria a nada e perguntou se ela se arrependia. "Não, fiz o que estava com vontade", respondeu Monique. "Eu também não me arrependo, mas talvez não faça de novo", alertou Daniel.

o que rolou durante a madrugada debaixo do edredom com Daniel.

"Me chamaram no confessionário para perguntar se tínhamos feito alguma coisa. Eu sei que não fiz, mas começo a pirar.. Será que eu fiz? Será que não? Estou muito mal com isso", desabafou a sister.

Em seguida, a gaúcha foi conversar com Daniel e confessou estar paranóica porque foi a única das meninas que está ficando com alguém a ser chamada no confessionário. O brother a aconselhou a não comentar isso com qualquer pessoa da casa, manter a discrição.

"Só quero que você fique tranquila. De todas as mulheres da casa, você é a que tenho mais afinidade. Eu tinha uma pessoa lá fora, você sabe disso. Mas eu entrei solteiro para não perder meu foco no jogo", contou Daniel.

Ao reafirmar que estava preocupada com a situação, o paulista afirmou "Não teve momento de sacanagem nossa juntos. Não nos beijamos nem na festa. Nos beijamos no quarto e nos agarramos no edredom com a cabeça pra fora". Daniel conta que o que eles fizeram foi dar dois beijinhos e passaram a mão. Num certo momento os dois travam o seguinte diálogo:

Monique: - Será que eu estava tão louca que eu não lembro de alguma coisa?
Daniel: - Também não é assim, pelo amor de Deus! Fê, desencana desta parada, curte aqui. Vai pirar o teu cabeção, o meu não. Eu estou 100% desencanado disso. Não aconteceu de se agarrar.

Monique pergunta então porque ela foi chamada para o confessionário e os outros dois casais não. Daniel tenta tranquilizá-la: “A gente estava muito louco, é diferente. Foi numas de precaução. E você não sabe se os caras querem deixar a gente encanadão. Já pensou nisso?

Daniel a aconselhou a não se preocupar falando que isso não levaria a nada e perguntou se ela se arrependia. "Não, fiz o que estava com vontade", respondeu Monique. "Eu também não me arrependo, mas talvez não faça de novo", alertou Daniel.

Fonte: uol.com.br