Publicado em 16/03/2012 as 12:00am

"Comédia MTV" estreia ao vivo com "Mulheres Falidas" e piada com Rafinha Bastos

Cinco humoristas e um músico. Se eu contei direito, resume-se a seis pessoas o elenco do Comédia MTV Ao Vivo

Cinco humoristas e um músico. Se eu contei direito, resume-se a seis pessoas o elenco do “Comédia MTV Ao Vivo”, novo programa da emissora, cuja estreia ocorreu nesta quinta-feira. Por 45 minutos, esse exército de Brancaleone riu da sua própria precariedade, mas também de idiotices variadas que ocupam a mídia.

“Quem sabe se ainda tem vaga na RedeTV!, Rafinha, no ´Sunday Night Live’?”, começou Bento Ribeiro, rindo da MTV, esvaziada por demissões e pela saída de alguns de seus comediantes nos últimos meses, mas tripudiando também da ideia da concorrente de exibir o “Saturday Night Live” aos domingos.

O melhor veio na sequência. Os cinco humoristas viraram “Mulheres Falidas”, uma versão trash, num barraco, do reality da Band, exibido nos primeiros meses do ano.

Marcelo Adnet dominou a cena com sua imitação de Val Marchiori (acima), mas teve ótima concorrência de Dani Calabresa como Narcisa, Tatá Werneck no papel de Lydia Sayeg, Paulinho Serra como Brunete Fraccaroli e Bento encarnando Debora Rodrigues.

Sinal de como as coisas estão apertadas na MTV, o maquiador Fagner Carreiro fez uma ponta, ótima, por sinal, como Dudinha, o porta-bolsa de Val. “Dudinha, vem me coçar que tô pinicando”, pediu Adnet-Val.

Com alguns quadros gravados, como este “Mulheres Falidas”, mas várias intervenções ao vivo, de fato, e uma plateia animada, o novo “Comédia” fingiu ser um “Saturday Night Live”.

Bento simulou tocar saxofone e ser Kenny G “ao vivo”, houve um “Jornal Tuital” (com “as notícias mais relevantes do dia, segundo o Twitter”), show do “Acústico Probidão” (“minha vó tá maluca”) e dois esquetes totalmente nonsense, engraçados de tão toscos.

“Comédia MTV Ao Vivo”, enfim, antecipou-se aos humorísticos que ainda não estrearam em 2012 e, mais uma vez, mostrou que fazer rir é, antes de tudo, uma questão de talento, não de recursos.

Fonte: (da uol)