Publicado em 16/10/2013 as 12:00am

Bicicletas pelo bem

Bicicletas pelo bem

Foi de uma forma muito criativa que a Mostra Black, evento de decoração que ocorre em São Paulo desde 2011, resolveu explicitar sua filosofia ecológica e social, realizando a ação Black Bike. A ideia foi da diretora da mostra, Priscila de Charbinières (38), e sua sócia, a arquiteta Raquel Silveira (54), logo a apoiou. “Pedalar é uma tendência mundial e tanto políticos quanto designers e cidadãos comuns vêm se interessando muito por esse meio de transporte tão antigo e ao mesmo tempo tão  moderno”. E em parceria com Tito Caloi (58), empresário paulista, 11 bicicletas do modelo Urban Premium foram customizadas por arquitetos e designers de interiores participantes da exposição. O paisagista Gilberto Elkis (54) criou uma peça com tons cítricos de verde, banco holandês vintage e, de forma bem-humorada, arrematou sua criação enrolando nela uma corda com cabeça de cobra. Já a bicicleta de Sergio Rodrigues (86) “fez tanto sucesso que é provável que vire parte da coleção de algum museu”, acredita Priscila. O designer Rodrigo Almeida (37) se inspirou no pós-modernismo para equipar a bike com acessórios geométricos de aço inox que ajudam os arquitetos a carregar seu equipamento de trabalho, como réguas e plantas de projetos. E Guto Requena (33) pintou a bicicleta com uma tinta furta-cor que transita entre azul e rosa, simbolizando o feminino e o masculino. Após a mostra, as bicicletas ficaram expostas no Museu Brasileiro da Escultura e agora vão a leilão como objetos de arte que fariam bonito em qualquer sala de estar. Parte da renda irá para instituições beneficentes, fechando o ciclo dessa bonita iniciativa.

Fonte: www.uol.com