Publicado em 29/11/2013 as 12:00am

Prefeito australiano chama Bieber de 'tolo' após grafite

Tom Tate diz que cantor pode ser penalizado com trabalhos comunitários. 'Vamos oferecer a ele a opção de apagar a pintura primeiro', afirmou.

O prefeito da cidade de Gold Coast, na Austrália, Tom Tate, determinou que Justin Bieber apague o grafite que deixou na terça-feira (26) em uma parede de um hotel, informou nesta quinta a imprensa local. Bieber fez o grafite em um muro externo de um hotel no subúrbio de Surfers Paradise, em Gold Coast, e publicou uma foto em seu Instagram. O prefeito de Gold Coast disse que o cantor deve arcar com os prejuízos de suas ações e afirmou que o artista é "muito, muito tolo". "Vamos oferecer a ele a opção de remediar e apagar a pintura primeiro, caso contrário, vamos exigir que faça trabalhos comunitários", disse Tate. De acordo com as leis australianas, esse tipo de infração tem como punição entre 80 e 100 horas de trabalhos comunitários, mas o prefeito disse à emissora ABC que, por se tratar de uma estrela internacional, tudo estaria resolvido se ele participasse de um espetáculo de natal que acontecerá no próximo dia 7 em Gold Coast. Justin Bieber fez esta semana, em Brisbane, o primeiro dos oito shows programados para a turnê australiana. O cantor se apresenta em Sydney na sexta (29) e sábado (30). Esta não é a primeira vez que o astro teen se envolve em uma polêmica relacionada com grafite. No início de novembro, durante sua passagem pelo Brasil, Bieber se envolveu em uma confusão com fotógrafos que o registraram grafitando o muro do antigo Hotel Nacional, em São Conrado, na Zona Sul do Rio. A pintura foi feita sem autorização e o cantor acabou sendo autuado pela polícia.

Fonte: (da redação)