Publicado em 20/01/2014 as 12:00am

3 anos após acidente, Shaolin só 'fala' com os olhos

Três anos após acidente, humorista Shaolin só \'fala\' com os olhos

 Três anos depois do acidente que o deixou em coma, o humorista paraibano Francisco Jozenilton Veloso, o Shaolin, está consciente. Porém, só consegue se comunicar com os olhos. "Ele não consegue executar alguns comandos do corpo dele, como externar a voz. Mas ele responde através de sinais. Ele reage a coisas que aconteceram há muito tempo, mostra que lembra, escolhe as roupas dele", relatou a esposa do comediante, Laudiceia Veloso. O acidente aconteceu em 18 de janeiro de 2011 na rodovia federal BR-230, em Campina Grande. No mesmo dia, Shaolin foi socorrido e internado no Hospital de Emergência e Trauma da cidade. Pouco tempo depois, foi transferido para o Hospital das Clínicas, em São Paulo, onde foi submetido a cirurgias e ficou internado por cerca de cinco meses. Desde que recebeu alta, permanece em casa, em Campina Grande, sob os cuidados da família. Em 2012, Shaolin foi submetido a testes com um equipamento importado que identifica respostas através dos olhos. Esses testes descartaram a hipótese de que ele estivesse em um estado de coma vigil, em que há reações como piscar os olhos, chorar ou sorrir, mas que são involuntárias. "Shaolin tem consciência, sim, de tudo. Mas ele só interage da forma que ele consegue", explicou a esposa do humorista. saiba mais Acidente com o humorista paraibano Shaolin completa dois anos MP recorre e pede punição mais dura do condenado no \'Caso Shaolin\' Motorista que provocou o acidente com Shaolin é condenado na Paraíba \'Shaolin está totalmente consciente e conhece todo mundo\', diz cunhado \'Ele tem vontade de viver\', diz esposa de Shaolin sobre tratamento na PB Segundo Laudiceia, não há previsão para que ele recupere os movimentos. "Isso é imprevisível. Nenhum dos médicos pode fechar um diagnóstico ou essa previsão porque o cérebro dele surpreende a gente a cada descoberta. Isso depende de Deus. Enquanto isso, a gente vai fazendo nosso trabalho, sendo paciente e cuidando do jeito que a gente tem que cuidar" declarou. Laudiceia explicou que as respostas do marido estão dentro do esperado e que o resultado é muito satisfatório, considerado o quadro de saúde dele. Porém, ela admite que o processo é lento. Durante a espera por uma resposta mais significativa do cérebro, Shaolin faz fisioterapia e é atendido por fonoaudiólogos para manter o corpo funcionando. "Ele é muito esforçado com a fisioterapia, com a fono, presta atenção em tudo que ele tem que reaprender para se recuperar. O esforço dele tem conseguido pequenas melhoras que são imensamente significativas", disse Laudiceia.

Fonte: (G1)