Publicado em 4/03/2014 as 12:00am

Morre aos 94 anos a cantora de rádio Rosina Pagã

Morre aos 94 anos a cantora de rádio Rosina Pagã

 A cantora Rosina Pagã morreu nesta segunda-feira (3), aos 94 anos, em sua casa em Los Angeles, nos Estados Unidos, às 16h20 no horário local. A informação é do biógrafo da artista Dimas Oliveira Júnior. Segundo ele, a causa da morte seria falência múltipla dos órgãos, um mês após ela ser diagnosticada com câncer no pâncreas.

Rosina era viúva e não deixou filhos. Ela será enterrada em Los Angeles, onde vive desde 1955.

Rosina Cozzollino fez dupla com a sua irmã Elvira Pagã durante quatro anos. As duas ficaram conhecidas como Irmãs Pagã no rádio alcançando o sucesso na década de 30 e gravando com grandes compositores como Ary Barroso, Lamartine Babo, Assis Valente e Braguinha.

As irmãs gravaram ainda marchinhas de Carnaval de sucesso como “Não te dou a chupeta” e atuaram no filme “Alô alô Carnaval”, ao lado de Carmen Miranda e Dircinha Batista e Francisco Alves.

Na década de 40, Rosina foi contratada pela Rádio Nacional do Rio de Janeiro, onde estrelou um programa próprio.

A cantora atuou ainda em filmes do cinema nacional “Aves sem Ninho” e “Caminhos do Céu”, e do cinema mexicano, “Musica y Dinero”, “Calabacitas Tiernas” e “La Liga de Las Muchachas”.

Em 1955, a cantora dublou a personagem Lady do desenho animado da Disney “A dama e o vagabundo”.

Memória
De acordo com seu biógrafo, a história da cantora em breve estará exposta em São Paulo. “Todo material dela já veio para o Brasil. Vamos fazer uma sala para preservar a memória dela”, disse Dimas.

Em 20 de Janeiro de 2014, no Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS-SP), foi lançado o filme “Rosina Pagã – a história de uma cantora do rádio”, dirigido por Dimas. Um documentário longa-metragem sobre a vida da cantora e atriz, que contém as últimas imagens de Rosina gravadas em sua residência em Los Angeles.

Fonte: (g1)