Publicado em 19/05/2014 as 12:00am

Dançarina morta após lipoaspiração teria feito uso de anabolizantes

Médico diz que dançarina morta após lipoaspiração teria feito uso de anabolizantes


A morte precoce da dançarina de funk Mary Morena, nome artístico de Zulmariana Charret Oliveira, de 26 anos após se submeter a uma lipoaspiração e à troca de prótese de silicone nos seios, no Centro Médico da Barra da Tijuca, na última sexta-feira, deixou muitas dúvidas no ar. Em entrevista ao Extra, o cirurgião plástico Luiz Antônio de Lima, responsável pelas duas cirurgias, explicou que uma informação omitida pela paciente poderia explicar por que ela não reagiu ao tentar ser reanimada na sala de recuperação da clínica. Segundo ele, depois que Mary morreu, o namorado dela, Wallace Alfredo Valadares, revelou que a dançarina tinha feito uso de anabolizantes e injetado silicone no glúteo e nas coxas.

- Ele e a cunhada dela me passaram que a Mary utilizava anabolizantes. E isso ela não tinha passado pra gente. Mary teria feito um preenchimento na coxa e no glúteo com silicone liquido injetável, mesmo sabendo que era proibido, que não era próprio pra isso. Mas isso só laudo do IML pode ajudar a resolver - explicou Dr. Lima, garantindo ainda que todos os exames pré-operatórios foram feitos e tiveram resultado satisfatório: - Ela fez raio x no tórax, ultrassonografia da mama e do abdômen, fez o eletrocardiograma e foi liberada com o risco cirúrgico asa 1, que é o menor risco.

Fonte: EXTRA