Publicado em 6/08/2014 as 12:00am

Ponto de Vista traz assuntos polêmicos para o rádio

Sob o comando da radialista Fabiana Miranda, o programa traz notícias atuais de uma forma que os ouvintes possam participar.

Com um objetivo diferente de tudo que já foi transmitido nas emissoras de rádio na comunidade brasileira nos Estados Unidos, o Ponto de Vista já começa a ser destaque. Sob o comando da radialista Fabiana Miranda, o programa traz notícias atuais de uma forma que os ouvintes possam participar.

Fabiana explica que o nome Ponto de Vista surgiu justamente da ideia de publicar a notícia e abrir espaço para que os ouvintes deem as suas opiniões. “Queremos que a comunidade tenha oportunidade de falar o que pensa sobre temas atuais”, fala ressaltando que o programa já conquistou uma grande parcela dos brasileiros.

O programa é uma parceria que a radialista fez com o jornal Brazilian Times, o qual tem como função principal fornecer as matérias atuais e apresentar ideias com temas interessantes para a comunidade. Fabiana explica que além disso, o jornal vai disponibilizar o estúdio para transmissão via internet de uma mesa redonda que será criada.

A radialista, que será a âncora do programa, comenta que esta mesa redonda acontecerá pelo menos duas vezes por semana e terá um tema exclusivo a cada programa. “Queremos trazer para o rádio, assuntos interessantes e polêmicos e colocar frente a frente pessoas com diferentes opiniões sobre tal”, continua.

Fabiana, que é uma respeitada radialista brasileira em Massachusetts é já ganhou vários prêmios e menções de reconhecimento pelo belho trabalho feito em prol da comunidade, explica que outro diferencial do programa é que ele não defenderá nenhuma bandeira partidária ou crença religiosa. “Nossa ideia é que todas as pessoas possam ter a liberdade de expressar a sua opinião”, acrescenta.

O programa Ponto de Vista vai ao ar, de segunda a sexta das 3:00 p.m. às 4:00 p.m., através da emissora 1300 AM. Os interessados em saber mais ou anunciar podem ligar para o telefone (508) 769-5567 ou (617) 684-9960.

Fonte: Redação Brazilian Times