Publicado em 21/11/2014 as 12:00am

Blog A Voz do Imigrante celebra 6 anos

O Blog foi criado, segundo ele, para servir como um novo canal de informação para a comunidade brasileira nos EUA.

Criado para ajudar a comunidade brasileira nos Estados Unidos e mantê-la informada sobre todos os assuntos ligados à imigração e eventos comunitários, o blog A Voz do Imigrante completa nesta quarta-feira (19) seis anos de atividade. O seu diretor, o jornalista Luciano Sodré disse que não podia estar mais contente, pois durante este período sempre pregou a importância da legalização dos imigrantes. “E justamente um dia depois de celebrarmos mais um ano, o presidente anuncia a sua Ordem Executiva que vai beneficiar milhões de pessoas”, disse.

O Blog foi criado, segundo ele, para servir como um novo canal de informação para a comunidade brasileira nos EUA. “A princípio meu alvo eram os brasileiros que viviam em Massachusetts, mas a ideia foi tomando proporções bem maiores. Hoje nós atendemos comunidades de vários estados norte-americanos e até brasileiros que vivem na Europa e Ásia nos enviam mensagens”, fala.

Luciano Sodré, que trabalha para o jornal Brazilian Times, como editor-assistente, desde 2004, escreveu um livro contando histórias reais de brasileiros que chegaram aos EUA através da fronteira mexicana. Ele afirma que o blog ajudou muito a encontrar os brasileiros que foram entrevistados. “Se não fosse pelo ‘A Voz do Imigrante’ não haveria tantas histórias”, explica.

O blog ganhou o prêmio de melhor blog jornalístico no exterior, em 2009, dado pela Brazilian International Press Award. Neste mesmo período, o seu diretor ganhou dois prêmios de melhor jornalista brasileiro nos EUA (2009-2010). Além destes prêmios, o A Voz do Imigrante recebeu várias menções de honra ao mérito e homenagens pelo serviço prestado à comunidade.

Para saber mais sobre o blog é só acessar http://www.avozdoimigrante.wordpress.com. Quem quiser se manter informado , no momento em que uma matéria é publicada, é só curtir a página do blog  no Facebook (www.facebook.com/avozdoimigrante).

Fonte: Da Redação