Publicado em 30/01/2015 as 12:00am

BT entrevista Maria Fernanda Candido e Enrique Diaz

A minissérie 'Felizes para Sempre?', no ar no canal internacional da Globo, retrata os dilemas morais que permeiam a vida de cinco casais.

A minissérie ‘Felizes para Sempre?’, no ar no canal internacional da Globo, retrata os dilemas morais que permeiam a vida de cinco casais. O desejo, a mentira, a ambição e a traição culminam num crime passional e todos os personagens têm motivos para matar ou morrer. Gravada nas cidades de Brasília e São Paulo, ‘Felizes para Sempre?’ é de autoria de Euclydes Marinho, com direção geral de Fernando Meirelles e direção de Luciano Moura, Rodrigo Meirelles e Paulo Morelli.

A minissérie estreou no canal internacional, no dia 26 de janeiro, nos Estados Unidos.

O Brazilian Times conversou com a atriz Maria Fernanda Cândido e o ator Henrique Diaz. Os dois falaram sobre seus personagens e como está a repercussão da minissérie no Brasil e em outros países.

Maria Fernanda Cândido: Quem é a Marília?

A Marília é uma mulher muito elegante, fina e riquíssima. Ela é uma restauradora de quadros, trabalha com arte, então é uma pessoa de muita sensibilidade, uma mulher que tem uma certa ingenuidade, eu diria, uma inocência. A Marília é casada com o Claudio (Enrique Diaz), que é um pouco o oposto disso tudo.

Como é a relação da Marília e do Claudio?

Acho que eles já foram felizes em algum momento da vida, mas depois de um trauma que eles viveram no passado esse casamento acabou se deteriorando. Na série, a Marília está em um momento de resgatar essa relação, esse casamento. Ela ainda gosta do Claudio, tem um sentimento e uma vontade de que dê certo, de que eles ainda possam ficar juntos. Ela realmente está disposta a tentar. Ela talvez acabe até superando alguns limites próprios em função dessas tentativas realmente de querer resgatar esse amor. É isso que o público vai poder acompanhar.

Pelo menos na aparência, esse casal parece ser perfeito. Porquê?

Acho que devido ao trabalho do Claudia, à posição social que ocupa, e mesmo dentro da família deles, eles são um casal que acaba tendo uma aparência de muito certinho, de muito perfeito. Mas é um casal com muitos problemas, como qualquer outro e com dificuldades e obstáculos para enfrentar.

Enrique Díaz

Fale sobre o seu personagem, Cláudio.

Ele é casado com Marília (personagem de Maria Fernanda Cândido), e estão juntos há um tempão. Ele é o típico homem que acha que tem que viver como quiser e a relação já está desgastada faz tempo. Ele vive sem olhar para os problemas dos dois, tem uma visão diferente da ética, seja sobre mulheres, negócios ou moral.

Como foi trabalhar na minissérie?

São talentos incríveis, pessoas incríveis. O Fernando Meireilles (diretor) é um cara que sabe muito de televisão e cinema, mas que convida você a participar, a colaborar. Ele sabe lidar com os imprevistos, chega muito bem preparado. O Euclydes Marinho também tem um texto incrível, é uma série que tem um caminho dos personagens muito excitante, bem desenvolvido. Todos os diretores da série têm um tipo de colaboração, cooperação e perspicácia que foi muito legal para trabalhar.

Como você resume ‘Felizes Para Sempre?’

Sensualidade e afeto. Um erotismo que tem a ver com o ser humano, não com apelação. São casamentos, relações e paixões.

Fonte: Da Redação do Brazilian Times | Reportagem de Mariana Castro