Publicado em 20/03/2015 as 12:00am

Publicitário brasileiro é destaque no mundo

Paulista de Santo André , o publicitário Maurício Pestana faz parte do Conselho Deliberativo do Baobá ? Fundo para Equidade Racial.

Paulista de Santo André , o publicitário Maurício Pestana faz parte do Conselho Deliberativo do Baobá – Fundo para Equidade Racial; é membro do Conselho Administrativo do Museu Afro Brasil. É também membro do conselho da cidade de São Paulo.

Pestana, como é popularmente conhecido, é autor de vários livros, entre os quais se destacam Dois de Julho – A Bahia na Independência do Brasil, 2013, Fundação Pedro Calmon; Zumbi – Do Palmares ao Pelô, 2012, Escola Olodum; Pestana – 30 anos de Arte pela Igualdade, 2011, Instituto Batakoto; Revolta dos Malês – A Saga dos Muçulmanos Baianos, 2010, Escola Olodum; Revolta da Chibata – A Revolta Cidadã dos Marinheiros Negros, 2010, Escola Olodum; Revolta dos Búzios – Uma História de Igualdade no Brasil, 2009, Escola Olodum; Revolução Constitucionalista de 1932 em Quadrinhos, 2009, Editora Imprensa Oficial do Estado; Negro: Uma outra História – A Luta Quilombola, 2008, Fundação Cultural Palmares - Ministério da Cultura.

Antes de assumir a Secretaria Municipal de Igualdade Racial, atuava como diretor da revista Raça Brasil (Editora Escala). Reconhecido internacionalmente por sua atuação na luta pela igualdade racial, em 2010 ao lado da ativista Maria da Penha-Que leva o nome da lei antiviolência contra mulher foi um dos escolhidos pelo governo da Espanha no encontro agora dedicado a jovens lideres das américas, foi homenageado e recebido pelo Rei da Espanha (nome); autoridades de diversos países africanos como (nomes e países) e diversas vezes pelo governo dos Estados Unidos.


O PUBLICTÁRIO

Paulista de Santo André, o publicitário Maurício Pestana faz parte do Conselho Deliberativo do Baobá – Fundo para Equidade Racial; é membro do Conselho Administrativo do Museu Afro Brasil. É também membro do conselho da cidade de São Paulo.

Pestana, como é popularmente conhecido, é autor de vários livros, entre os quais se destacam Dois de Julho – A Bahia na Independência do Brasil, 2013, Fundação Pedro Calmon; Zumbi – Do Palmares ao Pelô, 2012, Escola Olodum; Pestana – 30 anos de Arte pela Igualdade, 2011, Instituto Batakoto; Revolta dos Malês – A Saga dos Muçulmanos Baianos, 2010, Escola Olodum; Revolta da Chibata – A Revolta Cidadã dos Marinheiros Negros, 2010, Escola Olodum; Revolta dos Búzios – Uma História de Igualdade no Brasil, 2009, Escola Olodum; Revolução Constitucionalista de 1932 em Quadrinhos, 2009, Editora Imprensa Oficial do Estado; Negro: Uma outra História – A Luta Quilombola, 2008, Fundação Cultural Palmares - Ministério da Cultura.

Antes de assumir a Secretaria Municipal de Igualdade Racial, atuava como diretor da revista Raça Brasil (Editora Escala). Reconhecido internacionalmente por sua atuação na luta pela igualdade racial, em 2010 ao lado da ativista Maria da Penha-Que leva o nome da lei anti-violencia contra mulher foi um dos escolhido pelo governo da Espanha no encontro AGORA dedicado a jovens lideres das américas, oi homenageado e recebido pelo Rei da Espanha (nome); autoridades de diversos países africanos como (nomes e países) e diversas vezes pelo governo dos Estados Unidos.


Maurício Pestana e sua obra

O cartunista e publicitário, Mauricio Pestana completou 30 anos de carreira em grande estilo com o lançamento da obra Pestana, 30 anos de arte pela igualdade, uma coletânea de luxo com 3 volumes (em inglês, português e espanhol) com os melhores trabalhos do artista. O evento aconteceu no Museu da Língua Portuguesa, no centro de São Paulo, na noite de 21 de fevereiro. Natural de Santo André, no ABC Paulista, Pestana iniciou seus estudos artísticos na escola de Poliarte de São Paulo, no final dos anos 70. Como cartunista, começou no jornal O PASQUIM, onde pode conviver com o irreverente cartunista Henfil, direcionando a sua arte de forma pioneira e inédita na denúncia das diferenças raciais no país, trabalho que, em pouco tempo, ganhou projeção internacional.

Fonte: Da Redação