Publicado em 3/06/2015 as 12:00am

TV Record é a pioneira em transmissão em HD nos EUA

O elegante e tradicional Hotel Four Seasons em Miami, localizado em uma das regiões mais privilegiadas da cidade, foi palco do lançamento de mais um projeto inovador da TV Record.

Nesta quinta-feira, dia 21 de maio, a emissora passou a ser o primeiro canal de televisão brasileiro a transmitir em alta definição nos Estados Unidos.

Para celebrar mais esta conquista e este aprimoramento na transmissão de seu sinal no país, a TV Record organizou um coquetel para mais de 90 pessoas, que reuniu autoridades políticas como o Cônsul-Geral do Brasil em Miami, Embaixador Hélio Ramos, representantes das maiores empresas brasileiras na Flórida, personalidades da mídia e empresários, além do irreverente apresentador Marcos Mion, que comandou a apresentação do evento de maneira descontraída e falou sobre o orgulho que sente em fazer parte da TV Record.

“Tive a oportunidade de ir para Angola e foi uma experiência única, chegando lá me senti como os atores Leonardo Di Caprio e Tom Cruise, os angolanos me pediam fotos, autógrafos e queriam estar perto de mim, eram centenas de fãs. Pude sentir na pele o verdadeiro tamanho da TV Record no Mundo”, disse emocionado.

Durante o evento a equipe da TV Record Américas apresentou projetos de investimentos do grupo a nível global, que fazem da emissora brasileira a campeã em números de sedes internacionais, presente em 5 continentes e em mais de 150 países, com o que há de mais moderno no mercado das telecomunicações.

“Com mais de 60 anos de existência a TV Record é a mais antiga emissora de transmissão contínua do Brasil, além disso, não existe nenhum outro canal de língua portuguesa com tamanha abrangência a nivel mundial.

Para se ter uma idéia, na Europa são mais de 60 operadoras a cabo que transmitem a TV Record.

Vale ressaltar que no Reino Unido, Irlanda e Escócia a TV Record é a única emissora de língua portuguesa na plataforma SKY; em Angola somos a TV número 1. Um fenômeno!” destacou Marcelo Cardoso – Presidente da Record Internacional.

Wilon Cardoso, Diretor Executivo da TV Record Américas, anunciou a parceria com as operadoras de TV a cabo nos Estados Unidos. “Atualmente a TV Record pode ser assistida através das principais operadoras, levando o sinal da Record para milhões de pessoas; a outra novidade é que através de devices como; ROKU, XBox One, Amazon fireTV, Chromecast TV, AMAZON Kindle, Samsung SmartTV, Iphone, Ipad, tablets e dispositivos Android também é possível acompanhar nossa programação, pois a intenção da TV Record é estar presente no dia a dia dos nossos telespectadores, onde eles estiverem com informação e entretenimento na palma de suas mãos. Hoje, mais de 140 milhões de pessoas apenas no continente americano, podem ter acesso a TV Record e certamente até dezembro esse número irá aumentar ainda mais e tudo isso em alta definição”, encerrou entusiasmado.

Os investimentos da TV Record tanto em tecnologia, distribuição de sinal e conteúdo de qualidade, assim como a importância do seu papel junto às comunidades de língua portuguesa foram elogiados pelo Cônsul-Geral do Brasil em Miami.

“A TV Record tem prestado um valioso serviço para a sociedade brasileira, ao promover a diversidade da informação e a liberdade de expressão. A atuação comunicativa  da empresa tem contribuído para a construção de uma sociedade mais livre, justa e solidária. Aprecio o esforço de todos os envolvidos em trazer o Brasil, para a casa de nossos nacionais no exterior”, declarou o Cônsul-Geral do Brasil em Miami, Embaixador Hélio Ramos Filho.

O evento celebrou o sucesso de uma programação que agrada milhares de pessoas pelo mundo. A partir de agora, os brasileiros, portugueses, angolanos, moçambicanos que vivem nos Estados Unidos podem acompanhar a programação da emissora ainda com mais qualidade de transmissão, e com o mesmo dinamismo e alegria.

“A Record é um canal que nasceu no Brasil para os brasileiros mas, hoje ela é de todos os países da língua portuguesa”, finalizou Marcelo Cardoso presidente da TV Record Internacional.

Fonte: Da Redação | Texto de Eduarda Miranda