Publicado em 19/10/2015 as 12:00am

Christiane Pelajo foi afastada, e não pediu para sair, do Jornal da Globo

As razões para o afastamento da jornalista não estão totalmente esclarecidas, mas tudo indica que estejam relacionados a uma reforma no telejornal

Christiane Pelajo estava em São Paulo no início da tarde de quarta-feira, 14 de outubro, quando recebeu um telefone da direção do jornalismo da Globo pedindo que fosse ao Rio para uma reunião. Assustada, ela perguntou se era algo sobre o seu contrato. Ouviu que sim. Na sequência, chegou uma ordem do Rio dizendo que não era para ela apresentar nem mesmo o jornal daquela noite, que estava preparando. E assim ela foi afastada do jornal, para espanto da equipe.

 

Ninguém na Globo acreditou nos termos da mensagem interna disparada pelo diretor de jornalismo, Ali Kamel, no dia seguinte (15), sugerindo que Pelajo estava deixando o telejornal a pedido dela mesma, para tocar um novo projeto. A jornalista, de fato, sempre se queixou do horário, assim como também teve discussões de trabalho com os chefes, mas não pensava em sair do JG desta forma. Nem mesmo direito a uma despedida ela teve.

 

As razões para o afastamento da jornalista não estão totalmente esclarecidas, mas tudo indica que estejam relacionados a uma reforma no telejornal. O que se especula é que o JG ganhe um tom mais de análise do noticiário, nos moldes do que já se faz hoje na Globo News.

 

Segundo o site Noticias na TV, a jornalista Renata Lo Prete, editora de política e comentarista do “Jornal das Dez”, da Globo News, já gravou pilotos como apresentadora do “Jornal da Globo” e agradou à direção da emissora. Ela foi comunicada na semana passada que é a substituta imediata de William Waack.

Fonte: uol.com.br