Publicado em 20/10/2015 as 12:00am

Velório da atriz Yoná Magalhães será no Memorial do Carmo, nesta quarta-feira

Ela estava internada desde o dia 18 de setembro em hospital na Zona Sul do Rio. Corpo da artista será cremado

O velório da atriz Yoná Magalhães está marcado para as 10h desta quarta-feira, na capela um do Memorial do Carmo, no Caju, e a cremação está prevista para as 13h30. A atriz morreu nesta terça-feira na Casa de Saúde São José, no Humaitá.

A instituição de saúde informou que Yoná deu entrada no hospital no dia 18 de setembro para uma cirurgia por causa de uma insuficiência cardíaca. Ela estava internada no CTI do hospital e apresentou complicações pós-operatórias.

Ela era casada com o produtor Luis Augusto Mendes e deixa um filho, Marcos Mendes.

Yoná Magalhães nasceu no dia 7 de agosto de 1935, no Lins, na Zona Norte do Rio. Ela decidiu entrar para o mundo artístico para ajudar a família após o pai perdeu o emprego. Iniciou carreira no rádio, participou de novelas e do Grande Teatro da TV Tupi.

Em 1962, saiu em turnê pelo Brasil com a peça "O Amor é Rosa Bombom e Society em Baby-Doll", onde conheceu o marido. Em 1964, estrelou o filme "Deus e o Diabo na Terra do Sol", do diretor Glauber Rocha.

Em 1965, a atriz foi contratada pela TV Globo e protagonizou a novela "Eu Compro esta mulher" em 1966. Dona de uma carreira repleta de sucessos, Yoná atuou em mais de 30 novelas entre 1966 e 2013. Entre seus principais trabalhos estão a primeira versão de "Saramandaia", a personagem Matilde em "Roque Santeiro" e Tonha em "Tieta". Também participou das minisseries Grande Sertão: Veredas e Engraçadinha: Seus Amores e Seus Pecados.

Suas mais recentes participações na TV foram nos seriados "Tapas & Beijos" e "Carga Pesada". A última novela de Yoná na Globo foi "Sangue Bom", em 2013.

Fonte: ig.com.br