Publicado em 21/12/2015 as 12:00am

Gafe do ano: apresentador anuncia vencedora errada no Miss Universo

O Miss Universo 2015 será lembrado pelo erro descomunal do apresentador Steve Harvey

Não parecia ser real. Mas era. Aconteceu! O Miss Universo 2015 será lembrado pelo erro descomunal do apresentador Steve Harvey. Ele simplesmente trocou os nomes ao anunciar a vencedora. O episódio entrou para a galeria de piores gafes do ano.

Primeiramente, disse que a nova Miss Universo era a Miss Colômbia Ariadna Gutiérrez Arévalo. A bela latina recebeu a coroa de diamantes, a faixa oficial, o buquê de flores e festejou com a Miss Universo 2014, a também colombiana Paulina Vega.

Aliás, as duas vibraram muito não apenas por serem compatriotas, mas também pelo fato de serem primas. O título havia ficado em família — só que não.

A felicidade delas durou meros 2 minutos e 10 segundos. Foi o reinado mais curto das 64 edições do concurso.

Steve Harvey interrompeu os acenos de Ariadna e anunciou que tinha cometido um erro. Para surpresa geral da plateia e de quem acompanhava a transmissão ao vivo, o host comunicou que, na verdade, a colombiana havia sido a segunda colocada.

A nova Miss Universo era a então derrotada Miss Filipinas Pia Alonzo Wurtzbach. Àquela altura, ela já estava no fundo do palco, junto às outras misses, conformada com o segundo lugar.

Visivelmente envergonhado, o apresentador assumiu a culpa pelo erro e mostrou a ficha com o resultado correto.

Diante da reação apoplética da Miss Colômbia, que parecia não acreditar no que acontecera, Steve, cabisbaixo, deixou o palco rapidamente.

Trazida para a frente das câmeras, a Miss Filipinas demonstrava um misto de felicidade e constrangimento. Ela olhava para a Miss Colômbia sem saber o que fazer e dizer.

“Não foi uma coroação tradicional. Foi muito, muito… 2015”, disse Pia, ainda atordoada, em vídeo postado no Instagram do Miss Universo.

Na mesma rede social, a organização do concurso se desculpou pelo “erro humano” e informou que o público participou com mais de 10 milhões de votos nas misses preferidas.

Fonte: www.terra.com.br