Publicado em 8/08/2016 as 3:00pm

Debora Watts: cantora brasileira irá lançar seu novo trabalho no mês que vem em New York

Debora Watts: cantora brasileira irá lançar seu novo trabalho no mês que vem em New York

A carioca de Saquarema, Debora Santos Watts, 47 anos, farmacêutica de formação e cantora por vocação, sonhava em ser cientista, embora sempre tenha gostado muito de música e dança. O que ela não imaginava era que, o que era apenas um “hobby”, se tornaria algo tão sério a ponto de ela abandonar sua profissão para viver da música. Foi o percurso natural das coisas quando Debora mudou-se do Rio de Janeiro para New York em 1993.

Já morando na Big Apple e atuando em sua área de graduação, a brasileira conheceu o seu atual marido, o cantor americano John Watts. “Eu sonhava em ser cientista, embora tivesse nascido com todos os sinais de alguém que certamente seguiria o caminho da arte. Cantar e dançar para mim não era nada a ser levado a sério.... Até que conheci meu atual marido. John Watts é um excelente musico, e é daquele tipo especial que se coloca abaixo da música, ou seja, é generoso, gosta de estar sempre aprendendo e de dividir o que sabe. Ele me ouviu cantando e me incentivou a cantar”, relembra Debora.

O incentivo e o encorajamento do marido era tudo o que ela precisava para se arriscar a largar a carreira de farmacêutica, para se dedicar integralmente a música.

            Com influencias de interpretes brasileiros consagrados, tais como: Elizeth Cardoso, Dolores Duran, Elis Regina, Clara Nunes, Leny Andrade, Nana Caymmi e Emilio Santiago, em 2010 ela gravou o seu primeiro CD em estúdio, intitulado “Debora”. Passaram-se três anos e ela começou a compor. “ Em 2013 eu comecei a escrever minhas próprias músicas. Foi um dos melhores presentes que já recebi na vida”, afirma a cantora.

            Atualmente Debora leva um pouco da cultura e da música brasileira para brasileiros e americanos, se apresentando em casamentos, aniversários, galerias de arte e eventos em geral pela cidade de New York. “No começo fazíamos muitos concertos em praças públicas, museus e bibliotecas, porém, infelizmente a maioria dos concertos pagam muito pouco e hoje em dia poucas pessoas compram CDs, pois fazem o download de graça na internet”, relata.

Com um repertorio bem eclético, que vai da MPB, choro, samba, forró, axé, afoxé, até o rock brasileiro e o Jazz americano, a artista canta em português e também em inglês. “Eu curto muito cantar american standards e até mesmo algumas músicas americanas mais pop em ritmo de samba ou bossa nova. Me sinto mais autentica cantando a música americana, no estilo que me é natural. E a reação dos americanos e dos brasileiros é sempre muito positiva”, avalia.

Depois de seis anos do lançamento do seu primeiro trabalho, este ano Debora retornou aos estúdios, dessa vez no Rio de Janeiro, para gravar seu segundo CD, com 13 músicas, cujo todas as canções são de sua autoria. “Este CD será lançado em setembro aqui em NY e em dezembro na Lapa, Rio de Janeiro. O CD tem sambas, maxixe, samba-canção e até uma valsinha! Será um trabalho diferente do que tenho feito até então. O álbum conta com nomes de peso na música brasileira: Rogerio Caetano no violão de 7 cordas, no bandolim Luis Barcelos, no baixo acústico Guto Wirtti e na bateria o Rafael Barata. O meu marido, John Watts, foi o produtor do álbum. ”

Para os leitores do Brazilian Times que apreciam uma boa música brasileira e americana, ela dá o recado para quem mora ou está a passeio em New York: “Nos apresentamos todas as sextas no Harlem, no restaurante Cheri (231 Lenox Avenue). Lá trabalhamos em trio: John Watts no piano, Richard Miller no violão de 7 cordas e eu no vocal”. Vale a pena conferir!

Para conhecer um pouco mais e prestigiar o trabalho de Debora Watts acesse o site da cantora:www.deborawatts.com 

Fonte: Da redação