Publicado em 16/03/2017 as 12:00pm

Inquérito de acidente da Tuiuti é concluído; 4 são indiciados

Na ocasião, 24 pessoas ficaram feridas. Uma delas levou o caso à Justiça

Quatro pessoas foram indiciadas, nesta quarta-feira(15), pelo acidente com o carro alegórico da Paraíso do Tuiuti, no domingo de Carnaval, na Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro. Na ocasião, 24 pessoas ficaram feridas. O inquérito policial concluído e assinado por Maria Aparecida Mallet, titular da 6ª DP (Cidade Nova), confirmou, como constatado na reconstituição, que o motorista Francisco de Assis não tinha condições de dirigir o veículo, pois não havia visibilidade na entrada do Sambódromo.

A delegada informou que Francisco de Assis, o engenheiro Edson Gaspar e os diretores da Tuiuti, Leandro Azevedo e Jaime Benevides, serão julgados por lesão corporal e atropelamento. Os quatro já haviam sido indiciados por imperícia, imprudência e negligência. O motorista também está sendo acusado de lesão corporal culposa por ter aceitado conduzir o carro alegórico sem visibilidade - mesmo que, de acordo com boletim policial, ter avisado da dificuldade de ver a avenida.

Mallet informou que apenas uma das 24 vítimas do acidente, Ana Cláudia Fernandes, levou o acidente à Justiça. "Se não fosse por ela, eu não poderia nem mesmo instaurar inquérito", destacou ao G1. O inquérito inclui ainda perícia do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE), que apontou falhas mecânicas no veículo, como uma roda quebrada e a solda utilizada, considerada de má qualidade. Os especialistas também informaram que o desenho do carro não seguia um padrão.

Fonte: www.noticiasaominuto.com.br